De olho na vaga olímpica

Lucas Verthein disputa o Mundial de Remo entre os dias 3 e 10, na Sérvia, pelo Single Skiff

Atualizado em 01-09-2023 às 20:00

Orgulho do remo alvinegro e do Brasil, Lucas Verthein encara mais um grande desafio entre os dias 3 e 10: o Campeonato Mundial, na Sérvia. O Single Skiff, categoria do atleta, terá 48 remadores na briga por medalhas e pela vaga nos Jogos Olímpicos de Paris, que ficará com os nove primeiros colocados.

Lucas foi o único remador brasileiro em Tokyo 2020, mas não parou por aí e segue no caminho dos bons resultados. Pelo Glorioso, o atleta acumulou conquistas estaduais e nacionais, incluindo a emocionante conquista de 2022 na última prova. Na defesa da Seleção Brasileira, o alvinegro também vem se destacando nas competições sul-americanas e mundiais, como o 8º lugar na última Copa do Mundo. Se repetir o resultado, o remador confirma a vaga brasileira nas Olimpíadas de Paris. 

"Cheguei na Sérvia com o objetivo de fazer uma grande preparação para os jogos Pan-Americanos, que acontecem em novembro, e, claro, buscar essa vaga olímpica para o Brasil e para o Botafogo. Participar de uma segunda olimpíada é um grande sonho e estou correndo muito atrás disso. Fiz uma excelente preparação no Clube, agora é manter o equilíbrio e colocar em prática tudo que treinamos" disse o multicampeão alvinegro Lucas Verthein.

O Botafogo também conta com outro representante no Mundial: Gabriel Soares, campeão estadual pelo Alvinegro em 2022 e 2018. O atleta tem origem brasileira, mas reside na Itália e defende o país nas competições internacionais. Gabriel vai competir na categoria Double Skiff Ligeiro, onde é o atual campeão e chega como um dos favoritos novamente. 

 

Assessoria de Comunicação

Orgulho do remo alvinegro e do Brasil, Lucas Verthein encara mais um grande desafio entre os dias 3 e 10: o Campeonato Mundial, na Sérvia. O Single Skiff, categoria do atleta, terá 48 remadores na briga por medalhas e pela vaga nos Jogos Olímpicos de Paris, que ficará com os nove primeiros colocados.

Lucas foi o único remador brasileiro em Tokyo 2020, mas não parou por aí e segue no caminho dos bons resultados. Pelo Glorioso, o atleta acumulou conquistas estaduais e nacionais, incluindo a emocionante conquista de 2022 na última prova. Na defesa da Seleção Brasileira, o alvinegro também vem se destacando nas competições sul-americanas e mundiais, como o 8º lugar na última Copa do Mundo. Se repetir o resultado, o remador confirma a vaga brasileira nas Olimpíadas de Paris. 

"Cheguei na Sérvia com o objetivo de fazer uma grande preparação para os jogos Pan-Americanos, que acontecem em novembro, e, claro, buscar essa vaga olímpica para o Brasil e para o Botafogo. Participar de uma segunda olimpíada é um grande sonho e estou correndo muito atrás disso. Fiz uma excelente preparação no Clube, agora é manter o equilíbrio e colocar em prática tudo que treinamos" disse o multicampeão alvinegro Lucas Verthein.

O Botafogo também conta com outro representante no Mundial: Gabriel Soares, campeão estadual pelo Alvinegro em 2022 e 2018. O atleta tem origem brasileira, mas reside na Itália e defende o país nas competições internacionais. Gabriel vai competir na categoria Double Skiff Ligeiro, onde é o atual campeão e chega como um dos favoritos novamente. 

 

Assessoria de Comunicação