Sede de jogar

Chay cita adaptação ao estilo de jogo de Castro e mira vaga entre os onze

Atualizado em 27-05-2022 às 15:40

Na manhã desta sexta-feira (27/05), antes do treino que antecede a viagem para o confronto com o Coritiba, pela 8º rodada do Campeonato Brasileiro, Chay concedeu entrevista à imprensa no CT Lonier.

O meia atacante alvinegro comentou sobre a mudança que vem sendo realizada desde a chegada do técnico Luís Castro e ressaltou também sua dedicação e empenho com a equipe.

"Todo processo de mudança exige uma adaptação e eu estou passando por esse momento. Não fiz tantos jogos como os meus companheiros e estou conhecendo melhor o estilo do Castro. O torcedor pode esperar o que eu sempre fiz aqui, dedicação máxima e entrega, é isso que venho tentando fazer enquanto as coisas não se encaixam como devem", disse Chay.

O Camisa 14 do Glorioso também comentou sobre o processo de rotatividade que passa a equipe durante a rotina de partidas e sobre o estilo de jogo aplicado.

"A rotatividade é natural, dependendo da ideia que o Castro tem para o próximo jogo, e estou tranquilo em relação a isso. Trabalho firme para poder estar à disposição dele para o que precisar. Sou um meia que infiltra mais dentro da área, chegando um pouco mais no ataque. Minhas características são essas", completou o atleta.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA NA BOTAFOGO TV:

Assessoria de Comunicação

Na manhã desta sexta-feira (27/05), antes do treino que antecede a viagem para o confronto com o Coritiba, pela 8º rodada do Campeonato Brasileiro, Chay concedeu entrevista à imprensa no CT Lonier.

O meia atacante alvinegro comentou sobre a mudança que vem sendo realizada desde a chegada do técnico Luís Castro e ressaltou também sua dedicação e empenho com a equipe.

"Todo processo de mudança exige uma adaptação e eu estou passando por esse momento. Não fiz tantos jogos como os meus companheiros e estou conhecendo melhor o estilo do Castro. O torcedor pode esperar o que eu sempre fiz aqui, dedicação máxima e entrega, é isso que venho tentando fazer enquanto as coisas não se encaixam como devem", disse Chay.

O Camisa 14 do Glorioso também comentou sobre o processo de rotatividade que passa a equipe durante a rotina de partidas e sobre o estilo de jogo aplicado.

"A rotatividade é natural, dependendo da ideia que o Castro tem para o próximo jogo, e estou tranquilo em relação a isso. Trabalho firme para poder estar à disposição dele para o que precisar. Sou um meia que infiltra mais dentro da área, chegando um pouco mais no ataque. Minhas características são essas", completou o atleta.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA NA BOTAFOGO TV:

Assessoria de Comunicação


Norsk