Cruzeiro 0x0 Botafogo

Fogão empata sem gols fora de casa e vai a 52 pontos

Atualizado em 12-10-2021 às 23:50

O Botafogo empatou por 0 a 0 com o Cruzeiro, na Arena Independência, em partida válida pela 30a rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time alvinegro chegou aos 52 pontos na competição. O próximo adversário é o Brusque, dia 20/10, no Nilton Santos. 

O JOGO 

O Botafogo foi até Belo Horizonte com a oportunidade de assumir – ainda que temporária – a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Por outro lado, enfrentava um Cruzeiro jogando todas as suas fichas para manter viva a chance do acesso. Ingredientes que proporcionaram um jogo movimentado no Independência.

Diante de sua torcida, a Raposa procurou pressionar desde o início. Com 10 minutos, três finalizações levaram perigo ao gol de Diego Loureiro. Por duas vezes, Victor Leque bateu da entrada da área para fora, enquanto Bruno cabeceou para a defesa segura do goleiro alvinegro. 

O Glorioso tinha mais posse de bola, no entanto, não conseguia construir jogadas em meio a forte marcação da equipe mineira, que por sua vez buscava velocidade assim que recuperava as ações. Na melhor chance da primeira etapa, Thiago cabeceou para o chão e Diego Loureiro fez grande defesa.

No segundo tempo, o Glorioso voltou melhor. Os primeiros 15 minutos foram de pressão. Navarro quase abriu o placar em cabeçada que obrigou Fábio a espalmar cara a cara. Em seguida, o camisa 99 do Fogão bateu cruzado, a bola desviou na defesa e saiu em escanteio. O atacante também quase balançou as redes após se esticar todo para completar cruzamento de Diego Gonçalves na pequena área, mas não alcançou. 

O jogo ficou aberto e o Cruzeiro chegou assustando em finalizações de fora da área de Victor Roque e Rafael Sóbis, que pararam em boas defesas de Loureiro. Em lance confuso, Giovanni cruzou, Carli tentou cortar, Diego espalmou no susto e Brock chutou para fora. 

Nos minutos finais, jogando sua sobrevivência na competição, o adversário apostava nas jogadas de bola aérea. Léo levava a melhor no alto e dava trabalho, enquanto o Botafogo não conseguia encaixar contra-ataques em meio aos espaços. Fim de papo em Minas Gerais: empate sem gols e ponto importante conquistado na busca pelo objetivo. 

 

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Jonathan Lemos, Carli, Kanu e Jonathan Silva (Carlinhos); Barreto, Pedro Castro, Marco Antônio (Diego Gonçalves), Warley (Oyama) e Chay (Luiz Henrique); Navarro (Rafael Moura). 

 

Assessoria de Comunicação 

O Botafogo empatou por 0 a 0 com o Cruzeiro, na Arena Independência, em partida válida pela 30a rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time alvinegro chegou aos 52 pontos na competição. O próximo adversário é o Brusque, dia 20/10, no Nilton Santos. 

O JOGO 

O Botafogo foi até Belo Horizonte com a oportunidade de assumir – ainda que temporária – a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Por outro lado, enfrentava um Cruzeiro jogando todas as suas fichas para manter viva a chance do acesso. Ingredientes que proporcionaram um jogo movimentado no Independência.

Diante de sua torcida, a Raposa procurou pressionar desde o início. Com 10 minutos, três finalizações levaram perigo ao gol de Diego Loureiro. Por duas vezes, Victor Leque bateu da entrada da área para fora, enquanto Bruno cabeceou para a defesa segura do goleiro alvinegro. 

O Glorioso tinha mais posse de bola, no entanto, não conseguia construir jogadas em meio a forte marcação da equipe mineira, que por sua vez buscava velocidade assim que recuperava as ações. Na melhor chance da primeira etapa, Thiago cabeceou para o chão e Diego Loureiro fez grande defesa.

No segundo tempo, o Glorioso voltou melhor. Os primeiros 15 minutos foram de pressão. Navarro quase abriu o placar em cabeçada que obrigou Fábio a espalmar cara a cara. Em seguida, o camisa 99 do Fogão bateu cruzado, a bola desviou na defesa e saiu em escanteio. O atacante também quase balançou as redes após se esticar todo para completar cruzamento de Diego Gonçalves na pequena área, mas não alcançou. 

O jogo ficou aberto e o Cruzeiro chegou assustando em finalizações de fora da área de Victor Roque e Rafael Sóbis, que pararam em boas defesas de Loureiro. Em lance confuso, Giovanni cruzou, Carli tentou cortar, Diego espalmou no susto e Brock chutou para fora. 

Nos minutos finais, jogando sua sobrevivência na competição, o adversário apostava nas jogadas de bola aérea. Léo levava a melhor no alto e dava trabalho, enquanto o Botafogo não conseguia encaixar contra-ataques em meio aos espaços. Fim de papo em Minas Gerais: empate sem gols e ponto importante conquistado na busca pelo objetivo. 

 

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Jonathan Lemos, Carli, Kanu e Jonathan Silva (Carlinhos); Barreto, Pedro Castro, Marco Antônio (Diego Gonçalves), Warley (Oyama) e Chay (Luiz Henrique); Navarro (Rafael Moura). 

 

Assessoria de Comunicação 


Norsk