notícia

Desejo de continuar

Identificado, Marcelo Mattos quer seguir no Botafogo em 2015
Atualizado em 04-12-2014, 20:06

O Botafogo encerra o Campeonato Brasileiro no domingo, diante do Atlético Mineiro, em Brasília. Além do desejo de vencer na última rodada, o clube já pensa e se movimenta para 2015. Se o momento é de planejar, o experiente volante Marcelo Mattos se coloca à disposição do clube para a disputa da Série B.

Em entrevista coletiva, o camisa 5 reafirmou o desejo de continuar no Glorioso independentemente da disputa da Série B e colocou como meta trazer o Botafogo de volta para a elite do futebol profissional. Confira os principais trechos:

O ANO DE 2014

- Era um ano que a gente tinha grande expectativa. Esperávamos disputar títulos, mas infelizmente isso não ocorreu por várias situações e hoje estávamos na segunda divisão. Agora é erguer a cabeça e fazer de tudo para reerguer esse clube.

RESPONSABILIDADE DIANTE DO ATLÉTICO MINEIRO

- Temos que fazer o nosso melhor. A partir do momento que subimos para treinar é o nosso ganha pão que está em jogo e estamos representando um grande clube. Não vamos lá em Brasília para brincar contra o Atlético Mineiro  e esperamos que 2015 seja um grande ano para o Botafogo.

VOLTA AOS GRAMADOS E DESEJO DE CONTINUAR

- É uma felicidade enorme ter voltado a jogar e estar treinando sem nenhuma limitação. Fiz uma cirurgia simples, mas que foi complicada na cicatrização. Vai ficar uma marca de tristeza no meu coração por esse ano. Só pude estar em campo contra Fluminense, Figueirense e Chapecoense, tentei ajudar a equipe a permanecer na Série A, mas não foi possível. Quero estar aqui no ano que vem e vou fazer de tudo para trazer esse time de volta para o seu lugar. O Botafogo não é time para a segunda divisão.

EXPECTATIVAS PARA 2015

- Já vemos novas pessoas chegando ao Botafogo, tentando uma mudança e um ambiente novo. Espero que 2015 seja um ano de sorte para o clube e que possa fazer um bom Campeonato Carioca, o que dá confiança para disputar a segunda divisão. Acredito que isso aconteça e que a torcida do Botafogo tenha muitas alegrias em 2016.

GRUPO PELA VOLTA POR CIMA

- Muitos jogadores estão em fim de contrato, mas o que eu vejo no dia a dia é o desejo deles de permanecer. Nas conversas informais sempre algum fala que quer ficar para o ano que vem. É a vontade própria do jogador de dar a volta por cima. se tiver que continuar aqui eu vou dar o meu melhor. Basta querer e ter dentro de si esse desejo de dar a volta por cima.

JOGAR A SÉRIE B

- É uma experiência nova e para mim será um desafio. Eu gosto disso, bati quatro vezes no campo esse ano e tive que refazer minha cirurgia. Se fossemos campeões brasileiros também teríamos que voltar a treinar no começo do ano com o pensamento de se reinventar e na situação que estamos não é diferente. Temos que continuar.

CONTRATO ATÉ 2016


- Ainda não foi nada conversado. A diretoria está vendo outras prioridades e não sei quando vai começar a ver essa situação. Tenho contrato até o meio do ano de 2016 e o meu desejo é encarar o desafio de levar o Botafogo a primeira divisão, mas não depende só de mim.

RESISTIR É PRECISO

- Não é demérito nenhum jogar a Série B. Estamos numa equipe que está passando por um momento difícil, vamos ter pressão, muitas dificuldades, e só vai resistir quem for forte e quiser chegar a algum lugar.

Confira a galeria de fotos nas imagens de Luciano Belford/ SSPress!



Marcos Silva