notícia

Prioridade alvinegra

Jefferson fala em abraçar nova diretoria e vê Botafogo como prioridade
Atualizado em 27-11-2014, 18:56

O goleiro e capitão Jefferson vive o Botafogo dentro e fora de campo. Incomodado com a situação do clube no Campeonato Brasileiro, o camisa 1 da seleção brasileira acompanhou de perto o processo eleitoral alvinegro e fez questão de desejar boa sorte ao novo presidente Carlos Eduardo Pereira.

Com o foco voltado para os jogos finais do Campeonato Brasileiro, Jefferson ainda não definiu seu futuro - seu contrato com o Botafogo é válido até o fim de 2015 - mas já se mostrou entusiasmado com a nova diretoria.

- A gente está pensando no jogo de domingo. Claro que existe essa possibilidade(rebaixamento) com a vitória do Palmeiras, mas enquanto tivermos chance, temos esperança. Principalmente com a chegada da nova diretoria. Tivemos uma conversa muito boa hoje - disse.

O Botafogo lutará para permanecer na primeira divisão do futebol brasileiro mesmo diante de um quadro difícil. Jefferson garantiu empenho de todos pela permanência na elite mas ressaltou que, mesmo que isso não aconteça, não vê problemas em continuar vestindo a camisa alvinegra.

- A questão de estar na Série A ou B não influencia em nada. O Botafogo na Série B tem mais história e visibilidade do que muitos clubes na séria A. Disse que daria prioridade para ouvir o novo presidente, saber o planejamento de carreira e no que ele pensa para o Botafogo. No momento em que sairmos dessa situação vamos conversar. O primeiro encontro que tivemos aqui foi bom, mas agora não é o momento de pensar em permanência. Com certeza vamos sentar e conversar sim - prometeu o capitão.

Após um 2014 complicado, Jefferson vê na nova diretoria a chance de recomeçar. Para o camisa 1, o momento é de abraçar o projeto do presidente Carlos Eduardo com o objetivo de resgatar bons momentos ao torcedor.

- Eu levo uma coisa comigo, nunca vou ficar em cima do muro, mas o que passou passou. Sempre cobrei para o bem do Botafogo e agora é vida nova. Claro que 2014 foi triste, lamentável, mas agora vamos nos fechar com o novo presidente para dar alegria para a torcida do Botafogo.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Jefferson:

MOMENTO FINANCEIRO DO CLUBE

- Hoje o Botafogo passa um momento muito difícil financeiramente, mas não podemos jogar a responsabilidade para a nova diretoria. Nesse momento estamos desesperados para sair dessa situação e é até uma covardia com o Botafogo falar em questão de pagamento.

APRENDIZADO DO ANO

- É experiência de vida para todos os jogadores. Muitos cresceram e amadureceram profissionalmente. A partir do ano que vem muitos saberão o caminho que não se deve tomar. Serve como amadurecimento para o profissional. Não gostaríamos de estar passando por isso, mas temos que superar.

CONVERSA COM A DIRETORIA

- Um clima diferente, o que estávamos precisando. Eles já conversaram e isso faz parte do futebol. A nova diretoria fez questão de apertar a mão de todos os jogadores e estamos confiantes. É claro que a situação é delicada, mas eu falei para eles que enquanto tiver chances, lutaremos até o final.

FUTURO NO ALVINEGRO

- Eu tenho contrato com o Botafogo e particularmente estou pensando só em tirar o clube dessa situação. É claro que estão aparecendo algumas sondagens, mas antes de qualquer coisa eu vou saber o planejamento. A prioridade sempre será o Botafogo.

CARÁTER E COMPROMISSO

- A pessoa tem que ser de caráter, ter palavra. Por tudo que conquistei no Botafogo, pelo reconhecimento, carinho, e tiro de exemplo outros goleiros como o Ceni e o Marcos, que fizeram história em seus clubes. A prioridade sempre será o Botafogo.

Marcos Silva