notícia

Identificado

Gabriel abre o coração e reforça luta por gratidão ao Botafogo
Atualizado em 12-11-2014, 23:00

"Não vamos aceitar o rebaixamento nunca". A frase dita pelo volante Gabriel reflete o espírito do grupo alvinegro para o jogo contra o Fluminense, sábado, no Maracanã. A partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro é muito importante para o Botafogo, que ocupa a 18ª colocação com 33 pontos e busca embalar para respirar na tabela.

Diante do cenário difícil, um jovem  aparece com postura de veterano e assume o papel de um dos pilares da equipe. Revelado na base alvinegra, Gabriel é peça importante no meio-campo botafoguense dentro e fora de campo. Aos 22 anos, o defensor assegurou que não faltará vontade para ajudar o Botafogo a permanecer na Série A.

- Não vamos aceitar o rebaixamento nunca. Aqui é Botafogo, time grande e nós temos que permanecer na primeira divisão. Eu tenho isso na cabeça e tenho certeza que todo mundo que está aqui pensa da mesma forma. O Botafogo está na minha história e eu vou honrar esse clube até o fim - disse o volante.

Cria da casa, Gabriel conquistou títulos na base e no profissional, sendo o momento atual do time algo novo na ainda curta caminhada na equipe principal. Com mais de 100 jogos pelo Glorioso, Gabriel reafirma a gratidão ao clube que o trouxe de Campinas(SP) e lhe deu projeção no futebol. Para o camisa 15, lutar em campo é honrar a chance conquistada no Botafogo.
mont_gabriel
  Gabriel fez parte do elenco Campeão Carioca Sub-20 em 2011 (Arquivo BFR)

- Tenho contrato com o Botafogo até o final do ano que vem e devo muito ao clube por tudo. Aqui eu tive a oportunidade e o Botafogo está na minha história. Vou honrar esse clube até o fim - declarou Gabriel.

Para o clássico contra o Fluminense, Gabriel confia no resultado posito, mas alerta o time no aspecto mental. Segundo o volante, a equipe precisa ter calma para sair com a vitória.

- Não vai faltar entrega e dedicação. Todo mundo está dando o máximo e vamos conseguir as vitórias com mais inteligência e um pouco mais de tranquilidade. Estamos entrando em campo afoitos e não podemos confundir tranquilidade com lentidão para que possamos converter as oportunidades em gol - analisou.
gab
  Gabriel em ação pelo Botafogo. Jovem soma mais de 100 jogos aos 22 anos

Diante do Fluminense o Botafogo fará seu quarto clássico no Campeonato Brasileiro, com uma campanha de uma derrota e duas vitórias nos dois últimos dérbis. Gabriel vê o Botafogo consistente nesse tipo de jogo e acredita que o time possa render melhor nessa condição.

- A equipe vai bem em clássicos. Já ganhamos do Flamengo e temos o Fluminense pela frente, que vencemos no primeiro turno. Vendo por esse lado poderiam ser mil clássicos no ano, mas jogo é jogo e temos que entar mais leves para fazer as coisas dentro de campo naturalmente. Já mostramos o nosso valor e temos que por em prática dentro de campo. Não temos mais tempo para tropeçar - disse.

Com a raça habitual, Gabriel é importante no setor defensivo alvinegro. Mesmo após um entorse no tornozelo direito antes do jogo contra o Atlético(PR), na última rodada, o volante tratou de forma intensiva, atuou os 90 minutos e segue a recuperação para o clássico. O jovem acredita que nesse momento todo esforço é válido para ajudar dentro de campo.

- Eu torci o tornozelo na quinta-feira e jogamos no sábado contra o Atlético Paranaense. Estava bem inchado e só Deus sabe como eu consegui entrar em campo para jogar. A minha vontade e o trabalho dos fisioterapeutas foi importante. Para o jogo contra o Fluminense tivemos a semana inteira para treinar. Entro no Engenhão 10h da manhã e saio às 20h para estar em campo e continuar ajudando - contou o volante, que segue evoluindo no tratamento e não deve desfalcar a equipe no clássico.

Confira a galeria de fotos do treino desta quarta-feira nas imagens de Vítor Silva/ SSPress!


Marcos Silva