notícia

Hora de acreditar

Mancini quer time confiante diante do Cruzeiro
Atualizado em 31-10-2014, 14:18

O Botafogo enfrentará o Cruzeiro, domingo, na 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Líder, a equipe mineira será uma missão difícil para o Botafogo, mas não impossível. Sem Wallyson e André Bahia, ambos lesionados, o treinador Vagner Mancini fará mudanças e aposta na motivação do grupo para deixar o Mineirão com um resultado positivo.

- O Botafogo chegou numa situação que tem que encarar o Cruzeiro como um adversário direto, assim como foi contra o Flamengo. Não podemos olhar se estão lá no alto, o que mais importa é a concentração no jogo. Sabemos a importância que esse jogo tem para o Cruzeiro, mas tem ainda mais para nós. O Botafogo vai para buscar pontos e acho que o retrospecto do futebol nos faz acreditar que pode acontecer qualquer coisa - disse Mancini.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Vagner Mancini no Stadium Rio:

TIME CONTRA O CRUZEIRO


- Ao longo da semana, depois de muito tempo, eu tive uma semana cheia e deu para fazer algumas coisas interessantes na parte tática. Testei alguns atletas que podem iniciar a partida, como o Airton e o Dankler. Já estou com o Rodrigo Souto improvisado e o Bahia está fora da partida. O Murilo também foi escolhido e o time que vai jogar foi o que treinou hoje -

ADVERSÁRIO PERIGOSO

- Essa situação do Cruzeiro não é tão grave assim. É uma oscilação normal, com jogos decisivos e isso acaba gerando desgaste. Não ficamos batendo na tecla que eles estão oscilando e não podemos bobear. Um gol no começo do jogo muda a partida. Os jogos contra o Flamengo e Corinthians servem como base para nós. O Botafogo sabe que para buscar um bom resultado dentro do Mineirão terá que se desdobrar. O atleta tem que aceitar a forma de jogar, o que tem nos trazido bons resultados.

MURILO TITULAR

- Não seria uma aposta porque ele já está integrado. Ele chegou em setembro, um pouco depois dos outros, mas ele foi bem aceito pelo grupo. Houve o consenso em relação ao Murilo e eu fico muito à vontade em escalá-lo, mesmo jovem. A função não é somente atacar, vai ter que voltar para marcar e correr muito durante o jogo. A característica do Murilo me permite isso.

JOBSON


- O Jobson não subiu porque se queixou de dores musculares. Ele falou comigo e achei melhor que não treinasse, até para não prejudicá-lo.

JOGO NO MINEIRÃO

- Favorece ao Cruzeiro, que joga em casa e já está acostumado com a maneira que vem utilizando o Mineirão. Antigamente se batia muito na questão da vantagem, mas hoje as arenas são parecidas. O Botafogo tem que jogar bem, como jogaria em qualquer lugar.

ELENCO BLINDADO

- Tudo que aconteceu deixou a mochila de todo mundo aqui no Botafogo pesada. Na hora que achávamos que chegaria a calmaria, temos as baixas do Wallyson e do Bahia. Todo mundo está desgastado e é importante saber administrar isso para chegar até o dia 7 de dezembro bem e longe dessa zona de rebaixamento. Hoje temos que olhar para um todo no clube e blindar os atletas, que são guerreiros do exército do Botafogo.

AUSÊNCIAS NA EQUIPE

- Eu acho que o Jobson ainda viaja. Vamos esperar até amanhã, mas não acredito que ele fique fora. O André Bahia está fora e ainda fica uma interrogação para o jogo contra o Atlético Paranaense. O Wallyson teve uma torção forte e o fato de não ter tido nenhuma lesão marcante faz com que acreditemos que o nosso departamento médico possa recuperar o jogador. Vai depender muito do organismo dele e espero sinceramente que ele possa voltar daqui a dois ou três jogos no máximo.

CRUZEIRO COM FORÇA MÁXIMA

- Acho que o Cruzeiro tem um elenco numeroso, com jogadores suficientes para ir tirando algumas peças desgastadas e ainda assim manter um nível muito bom. Não existe motivação maior do que jogar e não acredito que o Cruzeiro entre com um time diferente do que enfrentou o Santos. A dificuldade contra a ou b, nesse caso do Cruzeiro será a mesma.

POR UM FINAL FELIZ

- Enfrentamos Flamengo e Corinthians longe do Maracanã e o resultado foi positivo. Que este grupo entenda a real necessidade de buscar não só esse tipo de motivação, mas que sair da zona de rebaixamento é um título para nós. Óbvio que ninguém aqui quer enaltecer uma fuga do rebaixamento, mas com tudo que passamos aqui neste ano será muito importante.

Confira a galeria de fotos do treino desta sexta-feira nas imagens de Vítor Silva/ SSPress
Marcos Silva