notícia

Responsabilidade assumida

Carlos Alberto orienta mais jovens e prevê jogo difícil contra o Cruzeiro
Atualizado em 29-10-2014, 13:26

O Botafogo conta com um retorno importante para a arrancada final no Campeonato Brasileiro. Trata-se do meia Carlos Alberto, que coleciona conquistas e experiências no futebol. Titular contra o Flamengo, o camisa 19 foi bem e teve destaque no apoio ao ataque, carência sentida na equipe de Vagner Mancini.

Após mudanças, Carlos Alberto surge como um dos nomes mais experintes do elenco e se o assunto é responsabilidade, ele assume e procura orientar os mais jovens em início de carreira.

- A gente procura conversar e passar coisas vividas. A questão da tranquilidade vai da personalidade de cada um. Para jogar no Botafogo nesse momento precisa ter coragem, mas atitude do que aptidão. Eles mostram isso no treinamento e se posicionando em reuniões. Que sirva de aprendizado e espero que eles aproveitem isso para a carreira - disse o meia.

Carlos Alberto procura ajudar dentro do grupo, mas não gosta do rótulo de líder. Para o meia, a função acaba sendo exercida naturalmente no dia a dia com os companheiros, principalmente os mais jovens.

- Na minha carreira eu nunca pensei dessa forma e isso se deu mais pelas coisas que eu conquistei. É normal ter esse tipo de rótulo pela experiência, mas o pensamento é ajudar a equipe e tirar o Botafogo dessa situação. Acho que é mais um desafio. Assim como em outro qualquer segmento, no futebol você tem a etapa de estudo. Esses garotos aprenderam na categoria de base e o diferente é o contato que se tem com a imprensa e com o público. Eles são acostumados a decidir, a cabeça do jogador é treinada para isso. Claro que queríamos o Botafogo melhor, mas para muitos uma tragédia serve como oportunidade - avaliou o camisa 19.

Na próxima rodada o Botafogo enfrentará o Cruzeiro, líder do Campeonato Brasileiro. No primeiro turno, empate em 1 a 1 no Maracanã e a promessa no jogo de domingo é de casa cheia. Carlos Alberto sabe da força do time mineiro, não se ilude com o período de oscilação do Cruzeiro e quer o Botafogo jogando com personalidade para sair vencedor.

- Cada jogo é uma realidade diferente e hoje o Cruzeiro conta com um elenco muito qualificado. O que posso esperar é um jogo difícil e não sei se liderar um campeonato não é viver um bom momento. É sim um bom momento, mas não vou ficar aqui passando favoritismo para o Cruzeiro, é transferir a responsabilidade - frisou o meia.

Se o desempenho do Glorioso como visitante ainda deixa a desejar, Carlos Alberto aposta na superação para vencer no Mineirão. O experiente meia diz que o time irá respeitar o Cruzeiro, mas sabe que o líder também deverá se preocupar com o Botafogo.

- É um jogo muito difícil e temos sempre que pensar de forma positiva, o que ajuda muito para executarmos bem o que trabalhamos durante a semana. só tenho que

relembrar que tabus foram feitos para serem quebrados. O futebol cria um certo favoritismo de uma equipe, mas isso só vale quando o juiz termina o jogo. A

responsabilidade nossa vai ser grande, mas tenho certeza que também irão nos respeitar. Vamos com humildade, mas no jogo tudo pode acontecer - encerrou Carlos Alberto.

Confira a galeria de fotos do treino desta quarta-feira nas imagens de Vítor Silva/SSPress!


Marcos Silva