notícia

Botafogo 1 x 0 Corinthians

Heroico e com um a menos, Fogão vence em Manaus com gol de Wallyson
Atualizado em 11-10-2014, 20:40

 

 

Um jogo de muita entrega, disposição e emoção até o fim. O Botafogo encarou o Corinthians na Arena da Amazônia e venceu por 1 a 0 com gol de Wallyson. Com um a menos desde os 26 do segundo tempo, o FOGÃO foi heroico e voltou a vencer na competição nacional.

Na 29ª rodada o Glorioso enfrentará o Sport, domingo, 18h30, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Antes, o time enfrenta o Santos, quinta-feira, pela Copa do Brasil.

O JOGO

A Arena da Amazônia foi o palco para Botafogo e Corinthians. A torcida botafoguense foi presente desde a chegada da equipe em Manaus e também fez seu papel durante o jogo.

Em campo, um começo de jogo movimentado e de perigo ao gol de Helton Leite. Logo aos 2, Bruno Henrique emendou uma bomba de fora da área e acertou o travessão botafoguense com violência.

Apostando no contra-ataque, o Botafogo tinha a velocidade de Rogério e a força de Yuri Mamute para tentar surpreender. Mas foi Wallyson que criou a primeira chance, aos 10, em cobrança de falta forte defendida em dois tempos por Cássio.

O Corinthians, com maior posse de bola, começava a encaixar seu jogo e foi surpreendido exatamente com um gol. Aos 28, Gabriel cruzou pela direita e Fábio Santos coloca o braço. Pênalti marcado e convertido com perfeição por Wallyson. 1 a 0 Fogão!

Placar inaugurado e mantido até o final do primeiro tempo com uma atuação de muita raça do time. Destaque para o volante Rodrigo Souto, um dos mais efetivos na marcação.

A bola rolou no segundo tempo e o Botafogo seguiu aplicado e confiante no seu jogo. O Corinthians iniciou pressionando e rondou a área alvinegra apostando nos cruzamentos, mas Dankler e André Bahia levaram a melhor pelo alto e garantiram a defesa.

Mancini modificou a equipe e apostou na estreia do jovem atacante Murilo, que entrou no lugar de Yuri Mamute. Em seus primeiros toques na bola, o camisa 77 subiu pela esquerda e bateu forte com perigo ao gol de Cássio.

Aos 26, o jogo ficou ainda mais complicado para o Glorioso. Bolatti fez falta em Petros e o árbitro, bem rigoroso, aplicou o segundo cartão amarelo e expulsou o volante. Com um a menos, Mancini sacou Wallyson e colocou o volante Andreazzi, que também estreou pelo profissional.

A pressão corinthiana foi inevitável e o Botafogo teve que se superar em campo. Aos 30, Helton Leite saiu com tudo após cruzamento e salvou. Na sequência, Malcom bateu forte e o goleiro espalmou em grande defesa.

Helton Leite passou a ser o nome do jogo. O Corinthians tentou de tudo que é jeito, mas o camisa 12 foi heroico e salvou o Glorioso de forma fundamental. O Glorioso ainda teve a chance de matar o jogo aos 42. Andreazzi rolou para Murilo na área, que bateu e viu Cássio defender.

Cinco minutos foram dados de acréscimo, mas nada tirava essa vitória do Botafogo, que mostrou que pode se superar no Campeonato Brasileiro.

BOTAFOGO: Helton Leite; Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Bolatti, Gabriel, Rodrigo Souto (Matheus Menezes) e Wallyson (Andreazzi); Rogério e Yuri Mamute (Murilo).
Treinador: Vagner Mancini

Marcos Silva