notícia

Botafogo 0 x 1 Palmeiras

Time alvinegro luta, mas não obtém resultado positivo no Maracanã
Atualizado em 08-10-2014, 21h27

 

 

Não faltou luta, vontade ou determinação. O Botafogo batalhou até o último instante, teve boas chances, mas acabou derrotado por 1 a 0 pelo Palmeiras, nesta quarta-feira, no Maracanã. O time segue com 26 pontos no Campeonato Brasileiro e tem como próximo adversário o Corinthians, sábado, na Arena da Amazônia.

O JOGO

O duelo era de dois times que precisavam da vitória para ganhar fôlego na competição. Porém, nenhum deles podia se expor, o que tornou o início do primeiro tempo estudado e até amarrado.

Enquanto o Botafogo se organizava e apostava na velocidade, o Palmeiras tinha bom toque de bola e movimentação, comandado por Valdívia. Foi o chileno quem criou as primeiras chances. Aos 24, bateu falta fechada e Helton Leite tirou de soco. Aos 30, entrou com a bola dominada e finalizou para fora.

O Botafogo perdeu Fabiano, que sentiu dores musculares e deu vez a Carlos Alberto. Aos 36, o meia protegeu a bola e ligou contra-ataque, Ramírez tocou e Rogério soltou uma bomba, que Fernando Prass espalmou. No minuto seguinte, cruzamento na área, Matheus ajeitou e André Bahia quase marcou. Ainda houve nova chance com Régis, mas novamente Prass afastou.

As respostas do Palmeiras vieram com Wesley em chute perigoso para fora e em cabeçada de Cristaldo que Helton Leite voou para fazer grande defesa.

Na etapa final, o Botafogo até teve a primeira oportunidade, em cobrança de falta de Carlos Alberto por cima. Porém, foi o Palmeias que marcou. Após cruzamento da esquerda, Henrique dominou na área e girou para bater no canto, sem chances para Helton Leite, aos 4.

O gol mudou a cara do jogo. O Palmeiras recuou para se defender, abusando das faltas e contando com a complacência da arbitragem. O Botafogo se lançou com tudo, teve as entradas de Wallyson e Yuri Mamute e criou boas oportunidades. Aos 19, Wallyson, bem ao seu estilo, cortou da esquerda para o meio e finalizou com muito perigo, quase empatando. Aos 22, Carlos Alberto arrancou driblando, sofreu falta na entrada da área, mas o árbitro deu vantagem e Zeballos chutou colocado, mas por cima.

O Palmeiras até uma boa chance para ampliar com Leandro, que chutou, a bola desviou em André Bahia e passou por cima. Porém, o time queria evitar que houvesse jogo, seja com faltas ou com cera, ganhando muito tempo. Em grande oportunidade do Botafogo, Rogério, dentro da área, aos 36, bateu cruzado rasteiro e Fernando Prass fez grande defesa. Na sequência, caiu no gramado para esfriar a equipe alvinegra e a partida.

Guerreiro, o Botafogo correu até o último minuto, teve mais uma chance com Rogério, mas não conseguiu sair com o resultado positivo.

BOTAFOGO:
Helton Leite, Régis, Matheus, André Bahia e Junior Cesar; Airton (Wallyson), Gabriel, Fabiano (Carlos Alberto) e Ramírez; Rogério e Zeballos (Yuri Mamute). Técnico: Vagner Mancini.

GALERIA DE FOTOS
(SS Press / BFR)



Danilo Santos