notícia

Internacional 2 x 0 Botafogo

Botafogo faz bom primeiro tempo, mas acaba sem a vitória no Sul
Atualizado em 14-09-2014, 17:57

 

 

Desfalcado, o Botafogo foi ao Sul enfrentar o Internacional em partida válida pela 21ª rodada e acabou sem o resultado positivo. O time da casa venceu por 2 a 0 com gols de Alex e Sasha. Com o resultado, o Alvinegro permanece com 22 pontos no Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada o Glorioso voltará ao Maracanã. O adversário será o Bahia, quarta-feira, às 22h, em partida válida pela 22ª rodada.

O JOGO

No Beira-Rio e diante de um adversário pressionado, o Botafogo começou bem o jogo e foi superior no primeiro tempo. Com dificuldades para armar a equipe devido aos desfalques, Mancini viu o lateral Edílson viajar com o time, mas ficou de fora no último teste. Dankler entrou em seu lugar.

No ataque, um Botafogo mais solto com a boa atuação de Rogério, que se movimentou bastante pela ponta e participou das melhores oportunidades. Aos 20, Rogério descolou belo passe para Wallyson, que entrou livre na área diante de Muriel e bateu para fora a boa chance de gol.

Aos 24, Rogério novamente apareceu bem na função de garçom. O camisa 8 deixou Zeballos na boa, o paraguaio entrou bem na área e errou a mira no momento da finalização.

O Botafogo voltou a levar perigo aos 27, com Wallyson. Zeballos deu a assistência e o atacante bateu para a boa defesa de Muriel.

As chances surgiram, mas o Internacional foi mais efetivo, soube aproveitar e saiu na frente do placar. Aos 40, Alex bateu forte de fora da área e colocou o time da casa na frente.

No segundo tempo, um adversário mais ofensivo e mais próximo da vitória. Mancini já projetava a entrada de Ferreyra no time, quando aos 13, Alex cobrou escanteio na área e Sasha cabeceou para o gol. 2 a 0 Internacional.

Vagner Mancini mudou a equipe e colocou Yuri Mamute e Sidney nos lugares de Wallyson e Zeballos respectivamente. Aos 29, Mamute cruzou na área e Ferreyra chutou prensado rente a trave.

o Internacional não deixou de ser perigoso e teve com D'Alessandro mais duas chances de marcar. Aos 34, o meia colorado bateu com curva e acertou a trave esquerda de Jefferson. Aos 36 e 39, em lances parecidos, o camisa 10 por pouco não marcou.

A última chance alvinegra foi aos 42, Ferreyra não foi feliz no momento da cabeçada e encerrou qualquer chance de reação.

BOTAFOGO
: Jefferson, Edílson, Bolívar, André Bahia e Julio Cear; Rodrigo Souto (Ferreyra), Gabriel, Ramírez e Rogério; Wallyson (Yuri Mamute) e Zeballos (Sidney).
Treinador: Vagner Mancini

Marcos Silva