notícia

Parte do trabalho

Mancini valoriza atuação dos psicólogos e prevê Brasileirão disputado até o fim
Atualizado em 12-09-2014, 23:10

O Campeonato Brasileiro chegou ao segundo turno e a briga por posições será intensa até o final. Diante de muitos aspectos que influenciam na preparação dos atletas, o treinador Vagner Mancini valorizou o trabalho dos psicólogos alvinegros José Anibal Marques e Eduardo Cillo, e rechaçou qualquer rumor contrário quanto a ação dos profissionais.

- Eu não posso ficar deslocando o que tenho que pensar para focar em cima de boatos. A matéria que saiu não é verdadeira e o Mancini jamais pediu a saída dos psicólogos do clube. Me dou muito bem com eles, que nos ajudam muito tratando com cada atleta individualmente, sem fazer barulho, o que motiva os atletas. Paralelo a isso temos que ter uma visão mais ampla, tendo o cuidado em ser um gestor de pessoas. Esse emaranhado de coisas nos fortalece por outro lado. Temos um grupo de atletas e funcionários que lutam pelo mesmo ideal - reforçou Mancini.

Com dificuldades para armar o time, os percalços do treinador se concentram nos desfalques para a partida contra o Internacional, domingo, no Beira-Rio. Mesmo com incertezas no time titular, o comandante alvinegro vê o Botafogo bem melhor em relação ao início da competição nacional e indica os cuidados necessários para não ser surpreendido no Sul.

- O Botafogo agora tem uma maneira de jogar e tem se comportado bem nos últimos jogos. Temos um conteúdo de jogo, buscamos uma melhora fora de casa e acho que o momento é bom. Temos que ter o cuidado para anular algumas peças do Internacional, que jogará pressionado e pode nos ajudar. O que não torna o Inter uma presa fácil para a gente - frisou o treinador.

Na 14ª colocação no Campeonato Brasileiro, o Alvinegro está distante apenas dois pontos da zona de rebaixamento. Mancini acredita que a luta no Campeonato Brasileiro irá até as últimas rodadas e vê esse cenário devido ao equilíbrio das equipes.

- O fantasma não está só para o Botafogo, mas para todo mundo que está naquela segunda página da tabela. A turma que está lá em baixo tem uma dificuldade maior para somar pontos e vai ser uma briga até o final do campeonato. Tivemos duas vitórias seguidas e em outros dois jogos paramos de pontuar, o que fez outras equipes encostarem. A cada rodada as peças mudam de lugar e você tem que ser constante. Tivemos grandes oportunidades de somar pontos contra Atlético Mineiro e São Paulo, o que nos daria uma condição melhor na disputa - comentou Vagner Mancini.

Se os desfalques são muitos, uma volta será comemorada. Após defender a seleção brasileira, Jefferson volta ao gol alvinegro e reassume a posição de capitão da equipe, que estava sendo exercida pelo zagueiro Bolívar.

- O retorno do Jefferson é excelente, ele preenche o gol e hoje é o goleiro da seleção brasileira. Temos uma segurança muito grande quando ele está jogando. Também confiamos nos outros goleiros, mas ele é visto como um mito no Botafogo pela sua maneira de se postar e ficamos feliz com o retorno dele - finalizou Mancini.

O Botafogo entra em campo diante do Internacional, domingo, às 16h, no Beira-Rio. A partida será válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Confira a galeria de fotos nas imagens de Vìtor Silva/ SSPress!



Marcos Silva