notícia

Flamengo 77 x 81 Botafogo

Cauê é cestinha, Fogão vira no último quarto e força o JOGO 4 nas semifinais do NBB
Atualizado em 11-05-2019, 19:00

Com virada impressionante no último quarto, o Botafogo venceu o Flamengo por 81 a 77, no Tijuca, na tarde deste sábado, e se manteve nas semifinais do NBB, agora atrás por 2 a 1. Os principais destaques alvinegros foram Jamaal, com 17 pontos, e Cauê, cestinha com 21 e MVP da Galera. 

O Botafogo começou o jogo em ritmo alucinante e totalmente equilibrado na distribuição de pontos. Ralfi, Arthur e Coelho aparecem bem e levaram o time à vitória por 19 a 14. Mais centrado na defesa, o time de Léo Figueiró chegou a abrir 11 pontos de vantagem no segundo quarto. Após tempo técnico, o Flamengo reagiu, chegou a passar à frente, mas o capitão botafoguense matou os dois lances livre que garantiram o Alvinegro na frente ao estouro do cronômetro por 40 a 38.

As ações se reequilibraram no início da terceira etapa e as equipes passaram a trocar a liderança. Vaiado pela torcida adversária, Jamaal Smith calibrou os arremessos e foi o principal pontuador da terceira etapa, com 7. Na reta final, o time rubro-negro assumiu o comando do placar e foi para o último quarto vencendo por 60 a 54. Diante da possibilidade de jogar seus últimos 10 minutos no NBB, o Botafogo foi pra cima com todas as forças e retomou a liderança a 6:31 do fim, em chute pra três pontos de Cauê. O clássico ficou ainda mais nervoso, o time da casa voltou a liderar, mas Jamaal acertou de longe e deixou tudo igual a dois minutos do estouro. Importante mais uma vez, Diego acertou da zona morta e botou o Glorioso na liderança para não sair mais. Nos últimos minutos, Cauê e Jamaal mostraram sangue frio para acertas os lances livres e fecharem o placar em 81 a 77.

 Após a vitória, o técnico Léo Figueiró revelou a conversa com os atletas no pré-jogo e falou sobre o ala Cauê Borges, que era dúvida para o clássico deste sábado por ter se lesionado na quinta-feira.

- Falei para eles que não tinha como eu pedir muita coisa, apenas disse que tinham sido fantásticos a temporada toda e para que honrassem a temporada deles, jogassem pela linda história que fizeram até aqui. Não tenho palavras para agradecer o empenho e luta de cada um! O Cauê fez um tratamento intensivo para estar aqui hoje. Ele torceu o pé no segundo jogo, mas deixou clara o tempo todo a vontade de voltar e conseguiu. Ele é um cara brilhante, profissional, comprometido e merece tudo de bom. Fico muito feliz que ele se sinta bem jogando comigo e torço para que nossa parceria se estenda.

A série volta para General Severiano nesta terça, às 21h, com o JOGO 4 das semifinais. O Glorioso precisa do resultado para forçar o quinto e último jogo da série. 

 

Walner Junior