notícia

Imposição

Carli vê igualdade no clássico e cita personalidade para sair vencedor
Atualizado em 09-05-2019, 18:03

Estilos parecidos, com treinadores que cultivam a posse da bola e vão a campo com vontade de vencer. Botafogo e Fluminense medirão forças no clássico de sábado e mais do que nunca os detalhes definirão a partida. Em entrevista coletiva, o zagueiro Joel Carli falou sobre a expectativa para a partida e citou a personalidade que a equipe alvinegra precisará impor para assegurar os três pontos.

- Não posso passar aqui o que o Barroca nos disse, mas o Fluminense é um time que gosta também de jogar com a bola, que quer a posse para depois atacar. Acredito que quem tiver mais personalidade vai se impor no jogo. Acho que o mais importante é que o Barroca nos deixa bem à vontade, passa muita confiança e dá muitas opções para trabalharmos com a bola. Isso facilita dentro de campo e no trabalho do dia a dia - disse Carli.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Joel Carli:

INÍCIO POSITIVO COM BARROCA

- Quando ele chegou a maioria dos jogadores já o conhecia e isso facilitou muito. Entendo que era o que precisávamos para trabalhar e melhorar. Chegou muito bem, com sua forma de trabalhar e encaixou muito bem no grupo. Tinha a vantagem de conhecer muito bem o clube e a maioria dos jogadores. A adaptação foi rápida e muito positiva. Graças a Deus tudo aconteceu de um jeito bom para nós e vamos fazendo um bom trabalho na semana para o jogo.

FELIZ POR AJUDAR

- Quando fico de fora fico triste por não ajudar em campo. Lógico que agora já estamos trabalhando com normalidade e me sinto mais satisfeito por estar ajudando o Botafogo.

EXPERIÊNCIA QUE AGREGA

- Não posso falar o que tem de diferente. Sou um jogador de muitas limitações e coisas para aprender, mas também um pouco de comando por conta da experiência e encaixo bem. Acho que isso é o mais importante para cada momento do jogo. Essa é a minha principal característica para ajudar.

DE OLHO NO PEDRO

- É um jogador muito importante, de muita qualidade e um dos melhores atacantes brasileiros. Nós que jogamos sabemos como defender e não é só um Fluminense que tem bons atacantes no campeonato.

JOGO DURO

- Eu acho que pode ser um jogo aberto sim, pela forma que joga cada time e com jogadores de qualidade. O que esperamos é ter um jogo controlado e estar sempre em vantagem, mas do outro lado tem um adversário que joga muito bem.

Assessoria de Imprensa