notícia

De volta à elite!

Com show da torcida, Botafogo vence o Lavras por 3 sets a 0 e avança à final da Superliga B
Atualizado em 05-04-2019, 19:00

O Botafogo está de volta à elite do vôlei! Empurrado mais uma vez pela torcida, o Glorioso venceu o Lavras por 3 sets a 0, na tarde desta sexta, e fez a festa em General Severiano. O triunfo garantiu a equipe na final da Superliga B e no principal torneio do vôlei brasileiro na temporada 2019/20.

O Glorioso teve bom iníco de jogo e apostou em Robinho como grande protagonista para abrir vantagem confortável de 13 a 9. Porém, a equipe teve problemas com o passe, os visitantes encostaram e o Walner Santos respondeu com três mudanças: Bruno Godoy, Renan e Tiago nos lugares de Vítor, Lorena e Vinícius. Após o reequilíbrio das equipes, o jogo ganhou em emoção e as trocas de bola foram constantes. Robinho seguiu como bola de segurança, mas Lorena foi quem fechou a parcial em 29 a 27.  

A segunda etapa foi a mais controlada e teve início com o ponteiro Bruno Godoy crescendo no ataque e no bloqueio. Principal jogador do segundo encontro, Lucas Salles também voltou a fazer a diferença no saque e no ataque para levar a diferença até 20 a 16. Com mais uma inversão do sistema, o Fogão administrou a reta final do set com naturalidade e venceu por 25 a 21. A equipe alvinegra começou o terceiro set na mesma pegada, chegou a abrir 6 pontos, mas viu os mineiros reagirem na reta final e o jogo voltar a ficar eletrizante. Os postulantes à elite passaram a trocar pontos a partir do 20 e, no segundo match-point, o Fogão garantiu o acesso em saque de Robinho: 26 a 24. 

O CRÉDITO DA FOTO É OBRIGATÓRIO: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Jogador mais experiente do elenco, Lorena celebrou a conquista e falou sobre a força de vontade para voltar à quadra mesmo após a contratura muscular. 

- Feliz demais! Cheguei falando que iríamos subir independente do que viesse pela frente e conseguimos. Eu trabalhei demais, honrei essa camisa e vou honrar mais ainda. Joguei doente, tomei várias injeções na perna, estava 60%, mas cheguei aqui, vi essa torcida e percebi que não perderíamos hoje. Esse grupo foi maravilhoso, comprou minha ideia, me suportou várias vezes, porque eu sou um cara chato (risos) e foi muito guerreiro. Nosso time pode não ser o melhor ou  omais técnico, mas a nossa camisa é a maior e ela faz diferença. Aqui só teve leão, não tivemos medo de nada e alcançamos o nosso objetivo. Agora o Botafogo está no seu devido lugar, que é a Superliga A.

O Botafogo vai medir forças contra o Blumenau na decisão da Superliga B, no dia 14, em General Severiano.

 

Walner Junior