notícia

Hora de pôr em prática

Após trabalho intenso, Zé quer time pressionando o Juventude por vitória no Nilton Santos
Atualizado em 03-04-2019, 16:04

O período sem jogos não estava nos planos, mas serviu para aprimorar a preparação do Botafogo, principalmente na busca por entrosamento entre as peças que chegaram em momentos distintintos ao time, além de um gás a mais na parte física e técnica. E após dez dias de treinos, chegou a hora de voltar ao lado dos botafoguenses. O Alvinegro receberá o Juventude, quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil e o treinador Zé Ricardo quer um Botafogo forte dentro de casa para largar na frente no confronto.

- Sabemos como funciona o futebol brasileiro e uma equipe grande como o Botafogo tem que buscar coisas grandes. Sabemos da nossa responsabilidade e esperamos pressionar o Juventude com inteligência ao lado da nossa torcida. Temos que tomar as rédias do jogo para adiantarmos as coisas aqui e buscarmos o resultado em Caxias do Sul - disse Zé Ricardo.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva do treinador Zé Ricardo:

SOMOS CAPAZES

- A gente também ficou bastante chateado com a eliminação e tenho consciência que ficamos devendo, mas que também tivemos bons momentos em algumas partidas na temporada. Procuramos potencializar isso e demonstrar aos nossos atletas que somos capazes. Aproveitamos para intensificar o ritmo e tivemos um crescimento nesse sentido e temos uma expectativa boa para amanhã. Entendemos que estão chateados, mas estarão aqui. Temos que valorizar o ataque, ficar com a bola e não descuidar na defesa. Esperamos que o rendimento físico seja melhor e esperamos fazer as coisas com bastante paciência. O Juventude é uma equipe perigosa, principalmente nas transições e temos que ter cuidado para não pagarmos com isso no final.

NEM TUDO FOI RUIM

- Nos últimos onze jogos vencemos 7, empatamos 3 e perdemos apenas 1. Não é desculpa, mas não foi tudo errado e não acredito que tenha sido tudo ruim. Temos que dar continuidade, fortalecer e ter uma regularidade, que é o que queremos e o que a torcida espera também.

PARA GANHAR RITMO

- A gente entendia que a classificação era bastante difícil e queríamos aproveitar esses jogos finais para dar ritmo aos atletas que estavam sem. Nesses dez dias também pudemos acelerar na questão da parte física também. Mas isso não quer dizer que vamos repetir a equipe das últimas partidas. Do outro lado tem um treinador inteligente e qualquer informação pode beneficiá-los.

BUSCA PELA MELHORA

- Tivemos uma fase de ajustes e melhoras em todos os aspectos. Essa foi a busca. Uma entrega muito boa dos nossos atletas e esperamos apresentar uma melhora no quesito técnico e tático. O jogo de amanhã é importante para materializarmos isso em campo.

MELHORAR EM TODOS OS ASPECTOS

- Lógico que às vezes você tem um foco, mas precisávamos melhorar um pouco de tudo e procuramos trabalhar de uma forma bem integral. Fomos bastante didáticos com os nossos atletas, procuramos mostrar através de vídeos também. Com isso esperamos que os resultados começem a acontecer já no próximo jogo.

- É difícil fazer uma afirmação como essa. Temos a expectativa de dar um passo importante. A verdadeira realidade não é o treinamento, que serve para ajustar muita coisa, mas no jogo você vê. O torcedor botafoguense pode ter certeza que estamos trabalhando muito e que queremos um Botafogo muito vibrante. Temos a consciência e a responsabilidade que precisamos dar mais. E que a gente entre em campo com essa mentalidade e força necessária para buscarmos um resultado que nos dê ânimo para a sequência na competição.

O JUVENTUDE

- Assim como nós eles não fizeram um grande Estadual. O Marquinho é um treinador qualificado e já deu outra cara para a equipe. A primeira partida contra o Grêmio eu não levo em consideração, jogaram com um a menos e tiveram que se expor bastante. Já no jogo da volta vimos uma equipe bem mais forte defensivamente. Uma equipe que tem jogadores interessantes e conheço alguns. São jogadores que conhecemos e uma equipe que está se remontando. Merecem nosso respeito, mas jogaremos em casa, precisamos e vamos buscar esse resultado até o final.

Assessoria de Imprensa