notícia

Volta forte

Maior vencedor do remo alvinegro, Ailson Eráclito é destaque em jornal amazonense
Atualizado em 18-02-2019, 19:00

Maior vencedor na história do remo alvinegro, Ailson Eráclito, de 31 anos, foi destaque no jornal amazonense A Crítica, no último domingo. O atleta, que precisou ficar afastado das águas no fim do ano passado, chegou ao Botafogo em 2009, participou de toda a transição do Clube no esporte e acumulou resultados importantes, como o hexacampeonato estadual e a medalha de prata no Mundial Sub-23 de 2009.

Na entrevista, Ailson falou sobre o momento, sua rotina em Sacopã, grandes conquistas e o Pan-Americano do Peru, que será disputado este ano. Confira alguns trechos. 

SENSAÇÃO

Essa é uma resposta que não tenho. Não sei explicar, só sinto orgulho em começar tudo, e orgulho por ainda estar escrevendo essa história porque ela não acabou ainda.

VIVÊNCIA

Quando parei (no ano passado) pensei nisso, relembrei tudo que fiz e que não fiz, e valeu a pena tudo. Sinto muita falta de casa, mas é bom demais fazer parte de uma história do clube e do remo do país também. Conheci vários lugares, fiz e faço muitos amigos; tem as partes de dor, porque dói (risos), e também tem o sofrimento para estar no peso (da categoria), mas tudo está valendo, faz parte.

PAN-AMERICANO 2019

Até agora não tem nada definido de como vai ser. Tem a seletiva FIA, entre os dias 11 a 15 de abril, aqui no Rio, que também é o Brasileiro de barcos curtos, mas também não define nada para o Pan, então é treinar e esperar, e os treinos são todos os dias! Treino das 6h às 10h da manhã, eu começo sempre indo pra água, às 6h, depois tem um intervalo, e 9h30 tem o segundo treino, que pode ser na água, ergômetro, corrida ou bike e, à tarde, peso, que voltei a fazer agora, às segundas, quartas e sextas. E eu pedalo todos os dias.

Confira a entrevista completa no site

 

Assessoria de Imprensa