notícia

Incendiou

Em noite de Lorena, Botafogo sai atrás, mas vence o Anápolis por 3 sets a 2
Atualizado em 17-02-2019, 13:00

No duelo de invictos pela Superliga B na noite deste sábado, o Botafogo venceu o Anápolis por 3 sets a 2. O time do técnico Walner Santos saiu perdendo, mas contou com forte apoio da torcida no Oscar Zelaya, substituições eficientes e muita inspiração de Lorena. O oposto anotou 30 pontos e reforçou que vive grande fase.

A partida teve o início marcado por intensa troca de pontos, onde o Glorioso fez boa sequência na metade e conseguiu abrir 15 a 11, obrigando o tempo técnico dos goianos. A partir daí, os visitantes reagiram, recuperaram a liderança e alcançaram a vitória por 25 a 22. Na sequência, o Alvinegro viveu seu pior momento na noite, não se encaixou e foi superado por 25 a 17.

Walner Santos voltou para o terceiro set com três substituições: Thiago, Pedrão e Vinícius nos lugares de Bruno, Salles e Vitor. As mudanças surtiram efeito e, no embalo da torcida, o time fez 8 a 4, manteve a ponta até o final e fechou o set em 28 a 26. A temperatura do Oscar Zelaya subiu junto com a confiança dos alvinegros, porém, o início do quarto set não foi favorável e Walner pediu tempo com o time em desvantagem de 6 a 3. Com boa pontaria no saque e um bloqueio eficiente, o Fogão retomou o bom voleibol e chegou ao empate em 8 a 8. Na crescente, chegou a abrir 17 a 13 com ace de Tiago e parecia encaminhar o empate com tranquilidade. Porém, o Anápolis voltou a reagir, controlou a reta final e se aproximou da vitória ao fazer 23 a 21. A reta final foi eletrizante, onde o Alvinegro fez 24 a 23, sofreu a virada e teve Lorena como grande protagonista para salvar o match-point adversário e dar números finais ao set: 27 a 25.

O Botafogo foi avassalador no início de tie-break, Lorena e Thiago mostraram muito entrosamento, o fundo de quadra funcionou e a vantagem de 10 a 5 foi conquistada. Lutando pela manutenção da invencibilidade, o time goiano reagiu, encostou no placar e o jogo ganhou dramaticidade mais uma vez: 13 a 12. Após erro de saque, o Fogão teve match-point e Vinícius fechou a conta com bloqueio sobre Leandrão. Festa no Oscar Zelaya, quarta vitória seguida e classificação na parte de cima da tabela encaminhada.

CONFIRA A GALERIA DE VÍTOR SILVA/SS PRESS/ BFR

O CRÉDITO DA FOTO É OBRIGATÓRIO: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Responsável pela distribuição de bolas, Tiago veio do banco para fazer a diferença e, após o triunfo, destacou a confiança e a parceria com o capitão Vitor em entrevista. 

-  Não deixamos de acreditar um minuto, mesmo com 2 a 0 no placar. A torcida deu forças o tempo todo, foi fundamental e a gente conseguiu voltar melhor no terceiro set. Foi uma virada incrível que nos dá ainda mais confiança para seguir em frente e buscar essa vaga na Superliga. O time do Anápolis é muito bom, também estava invicto e todos sabiam que seria uma partida bem difícil. Também quero destacar a confiança que o Vitor me passa, sempre me orientando e passando dicas. 

Embalado, o Botafogo volta à quadra pela Superliga B no próximo sábado, fora de casa, para enfrentar o Juiz de Fora. 

 

Assessoria de Imprensa