notícia

Botafogo 1 x 0 Defensa y Justicia!

Com golaço de Erik no fim, Fogão abre vantagem na Sul-Americana
Atualizado em 06-02-2019, 23h40

 
 

Que vitória do Fogão! Debaixo de muita chuva, contra um adversário que ostentava longa invencibilidade, o Botafogo venceu o Defensa y Justicia por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, no jogo de ida da primeira fase da Sul-Americana. Um golaço de Erik no último minuto definiu a partida e deu a vantagem ao Glorioso!

O jogo de volta é dia 20 de fevereiro, na Argentina. Antes o Botafogo enfrenta o Campinense, quarta-feira, em Campina Grande, pela Copa do Brasil.

O JOGO

A forte chuva que caiu no Estádio Nilton Santos mudou a dinâmica do jogo. O ritmo foi mais intenso, com correria, divididas e bolas longas. O Botafogo soube se adaptar bem e fez primeiro tempo parelho, tendo algumas oportunidades.

Aos 9 minutos, Rodrigo Pimpão lançou na área, Luiz Fernando ajeitou e Kieza quase chegou. Aos 17, Pimpão cruzou e Kieza quase desviou. O Defensa ameaçou apenas uma vez, em chute de Nicolas Fernandes para fora.

Verdade que o jogo era truncado, o que dificultavaa a criação de jogadas. O Botafogo tentou nos chutes de longe, com Alex Santana e Marcinho, este último parou em boa defesa de Unsain. Já aos 37, Erik cruzou e Kieza não conseguiu a finalização, quando Alex Santana entrava livre.

No segundo tempo, a chuva diminuiu um pouco, a bola passou a rolar mais, porém as defesas estavam se dando melhor. Alex Santana e Nicolas Fernandes arriscaram, um de cada lado, o alvinegro por cima, o adversário parou em defesa providencial de Gatito.

Quanto tudo parecia resolvido, eis que aos 48 o Botafogo obteve o prêmio por não desistir. Gatito lançou para a frente, Gustavo Ferrareis ajeitou, Erik deu bonito drible e acertou uma bomba de fora da área no ângulo! Golaço! O da vitória do Fogão: Botafogo 1 x 0 Defensa y Justicia!

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

Botafogo 1 x 0 Defensa y Justicia  

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Jonathan; Jean, Alex Santana e Luiz Fernando (Bochecha); Erik, Rodrigo Pimpão (Gustavo Ferrareis) e Kieza (Leandro Carvalho). Técnico: Zé Ricardo.

Danilo Santos