notícia

Apenas o começo

Jonathan concede primeira entrevista coletiva da carreira e fala sobre atuação na estreia
Atualizado em 29-01-2019, 17:30

O clássico diante do Flamengo não foi como o esperado no resultado, mas marcou a estreia de um jovem promisor na lateral-esquerda do Botafogo. Trata-se de Jonathan, jogador de 19 anos integrado ao profissional no começo da temporada e que já deixou uma boa impressão. Revelado pelo Nova Iguaçu e com passagem pelo Internacional, Jonathan vem ganhando espaço no elenco por conta da sua qualidade e maturidade apesar da pouca idade. Em sua primeira entrevista coletiva, Jonathan destacou a felicidade por receber oportunidades no Glorioso.

- Fico bastante feliz pelas oportunidades que tenho tido no Botafogo. Fico feliz demais por estar representando esse escudo. Quinta-feira teremos mais uma batalha e vamos em busca dos três pontos. Já tinha feito alguns jogos pelo profissional do Nova Iguaçu e vim para o jogo muito tranquilo, o grupo passou bastante confiança. Não conseguimos o resultado positivo, mas vamos continuar treinando para isso - disse.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Jonathan:

TITULARIDADE?

- Isso eu vou deixar para o professor Zé Ricardo, ele que vai ver isso durante a semana.

PREPARAÇÃO PARA A PRIMEIRA ENTREVISTA COLETIVA

- Eles (assessores do clube e pessoal) me deram bastante apoio. Dei uma treinadinha agora(risos).

NERVOSISMO NA ESTREIA

- Sente bastante, ainda mais no clássico, com todo mundo assistindo. Sente bastante sim. Na concentração eu fiquei o tempo inteiro pensando no jogo. Meu pai me ligava toda hora para que eu ficasse tranquilo. Os jogadores e o Zé Ricardo falaram comigo no vestiário, para ir tranquilo na partida.

O FORTE TRABALHO NA BASE

- A base vem trabalhando firme para ter espaço no profissional e garanto que nesse ano ainda teremos bastante gente no profissional.

UM POUCO SOBRE JONATHAN

- Eu fui fazer meu primeiro teste no Nova Iguaçu. Fiquei lá, fiz um bom Campeonato Carioca e o Inter veio atrás de mim. Fiquei lá um ano e depois vim para o Botafogo.

QUER AJUDAR

- O Botafogo pode contratar, mas vou continuar com meu foco para trabalhar firme e buscar meu espaço.

FALTA A VITÓRIA

- O time está bem com a parte física e o que está faltando é o resultado, o que é o mais importante para o nosso grupo.

TUDO PELA CLASSIFICAÇÃO

- A gente vai buscar a classificação até o final. Nesses dois últimos jogos vamos em busca da vitória de qualquer jeito.

- Acharam que eu fiz uma boa partida e essa coisa da cãimbra foi por ter ficado muito tempo sem jogar, mas estou trabalhando para recuperar isso.

Assessoria de Imprensa