notícia

Pedindo passagem

Zagueiro Helerson cresce no dia a dia por oportunidades na temporada
Atualizado em 15-01-2019, 15:00

Integrado ao elenco profissional desde 2017, o jovem zagueiro Helerson, 21 anos, é natural de Belford Roxo e trabalha para ser mais conhecido do torcedor botafoguense. Destaque na base por sua segurança e técnica, o defensor de 1,90 trabalha calado e sério por um espaço na equipe de Zé Ricardo. Elogiado pelo treinador em outras oportunidades, Helerson ganha força com o bom trabalho realizado no dia a dia e está na briga por posição com os demais zagueiros do elenco. O primeiro desafio do Botafogo na temporada será diante da Cabofriense, dia 20, em Macaé.

- Os treinos estão sendo bem interessante, bons. Com essa brecha deixada pelo Rabello eu pretendo aproveitar bastante e jogar o máximo possível. Creio eu que tenho possibilidade de jogar, mas ainda não tem nada definido. Espero a oportunidade e se ela chegar estarei preparado - disse Helerson. 

Helerson tem apenas 21 anos, mas demonstra grande maturidade dentro e fora de campo. O jogador diz já estar ambientado com o trabalho desenvolvido pelo treinador Zé Ricardo e espera ajudar o Botafogo na temporada. 

- Não cheguei a conversar com ele particularmente, mas gosto muito dos trabalhos. A dinâmica é muito parecida do que tinha na base e estou familiarizado com o ritmo dos treinos. Sou mais tranquilo, reservado e na minha. Mas quando a gente entra em campo temos que mudar um pouco, sair da rotina. Bate sim um frio na barriga e estou esperando essa oportunidade faz muito tempo. Estou me preparando o máximo possível para quando ela chegar eu representar bem - contou o jovem zagueiro. 

Zagueiro canhoto, Helerson lembrou seu período na base alvinegra e também citou outros companheiros que o inspiram nesse início de caminhada entre os profissionais. 

- Na base do Botafogo eu conquistei alguns títulos junto com os nossos amigos. O Yuri, que foi emprestado agora, o Bochecha, Matheus Fernandes, o Marcinho. Procuro muito me espelhar no começo deles. Na minha posição me espelho no Thiago Silva, um dos melhores do mundo, e aqui no Botafogo me inspiro no Marcelo. Já tinha me falado em outras entrevistas, sou fã e gosto muito de jogar com ele - encerrou. 

Assessoria de Imprensa