notícia

Jogar bem e vencer

Artilheiro da equipe, Kieza fala em volta do bom futebol para superar o Atlético Paranaense
Atualizado em 23-10-2018, 18h00

Kieza foi o jogador alvinegro que mais balançou a rede no Campeonato Brasileiro, com sete gols, e será uma das esperanças da equipe de Zé Ricardo diante do Atlético Paranaense, sábado, em Curitiba. O atacante assumiu que o rendimento da equipe caiu nos últimos jogos e destacou a necessidade de voltar a apresentar um bom futebol por importantes três pontos fora de casa. A última vez que Kieza balançou as redes foi no triunfo fora de casa diante do Vitória. Quem sabe mais um diante de outro rubro-negro?

- Um jogo muito difícil, sabemos da dificuldade de jogar no campo deles, a bola corre um pouco mais. Diferente de onde temos jogado, mas temos que ir pensando em somar pontos e jogar bem. Demos uma caída nos últimos três jogos e precisamos voltar. Eu sempre faço quando tenho oportunidade. Se eu tiver duas ou três chances no jogo eu vou fazer uma, pode ter certeza disso. Atacante está para fazer os gols e sou o artilheiro da equipe no campeonato. Não tenho problema nenhum quanto a isso - disse Kieza.

Ausência na equipe nos últimos jogos, o meia chileno Léo Valência voltou a treinar com o grupo e surge como uma opção no setor de criação para o treinador Zé Ricardo. Kieza lamentou a ausência de Valência e destacou a importância do jogador para o andamento da equipe.

- É um grande jogador, que nos ajudou muito e infelizmente se machucou. Perdemos sem ele e infelizmente não conseguimos ganhar os jogos e jogar bem. Esperamos que ele possa voltar e deixamos isso com o Zé Ricardo, ele quem escala a equipe - frisou.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva do atacante Kieza:

SITUAÇÕES ADVERSAS

- Ficamos muito chateados com as situações que estão acontecendo, não estamos conseguindo deixar o Botafogo no lugar que merece na tabela, além das questões de salário, mas focamos no nosso trabalho e deixamos que a diretoria resolva esse problema.

AGUIRRE

- O Aguirre é um grande jogador, uma grande pessoa e que se adaptou bem ao clube e ao ambiente. Passamos por fases que muitas vezes não queremos passar, é normal do jogador e esperamos que ele possa voltar a atuar e nos ajudar. Viver grandes momentos na carreira dele.

Marcos Silva