notícia

Ceará 0 x 0 Botafogo

Fogão empata na Arena Castelão e vai a 35 pontos no Brasileirão
Atualizado em 15-10-2018, 21h55

 

 
 

Fora de casa, o Botafogo fez jogo parelho e duro com o Ceará, cujo equilíbrio se converteu no resultado de 0 a 0, nesta segunda-feira, na Arena Castelão. O Glorioso chegou a 35 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário é o Bahia, sábado, às 16h, no Estádio Nilton Santos. A torcida alvinegra está convocada a jogar junto!

O JOGO

Na Arena Castelão, o Botafogo enfrentou um adversário forte em seus domínios e que foi disposto a pressionar no início. Porém, o Glorioso se portou bem e segurou as investidas.

As primeiras oportunidades vieram em chute de Juninho Quixadá por cima e em finalização de Felipe Azevedo que Saulo defendeu. O Botafogo respondeu em remates para fora de Kieza, Luis Ricardo e Bochecha.

Aos 18 minutos, Quixadá fez bela jogada, entrou driblando por dentro, mas Rabello apareceu bem para fazer ótimo desarme. Já aos 28, o mesmo Quixadá foi derrubado na área e sofreu pênalti. Arthur foi para a cobrança e mandou para fora, para sorte do Botafogo.

Ainda no primeiro tempo, Arthur e Felipe Azevedo tentaram e foram parados por Saulo.

Na etapa final, o Botafogo voltou melhor. Quase abriu o placar no primeiro minuto, quando Rodrigo Pimpão cruzou fechado, Kieza passou na frente e Éverson fez grande defesa. Marcelo Benevenuto, Bochecha, Pimpão e Luiz Fernando também arriscaram, sem sucesso.

Um grande susto veio aos 20, quando Juninho Quixadá marcou de cabeça. Mas havia impedimento, corretamente apontado pela arbitragem. Já aos 30, Saulo fez milagre em cabeçada de Saulo e evitou gol de Juninho Quixadá no rebote.

No fim, o Ceará ameaçou com Samuel Xavier, Pedro Ken e Ricardo Bueno, todos pra fora. Pelo Botafogo, Luiz Fernando arriscou uma por cima. Ficou mesmo no 0 a 0 na Arena Castelão.

BOTAFOGO: Saulo, Luis Ricardo, Joel Carli, Rabello e Gilson (Moisés); Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Marcelo Benevenuto), Bochecha (Erik), Luiz Fernando e Rodrigo Pimpão; Kieza. Técnico: Zé Ricardo.

Danilo Santos