notícia

Força do grupo

Zé Ricardo destaca comprometimento do elenco após vitória importante
Atualizado em 24-09-2018, 10h00

O Botafogo foi a Salvador encarar dois jogos importantes. Saiu vivo na Sul-Americana, com derrota por 2 a 1 para o Bahia e chance de reverter no Estádio Nilton Santos, e derrotou o Vitória por 4 a 3. O técnico Zé Ricardo valorizou a força do grupo para obter o resultado positivo deste domingo.

Em entrevista coletiva, o treinador detalhou o planejamento e comemorou o triunfo. Confira os principais trechos:

FORÇA DO ELENCO

– Essa sempre foi a ideia, de dar peso e oportunidade a todos. Pelo momento em que o time se encontra na tabela é um pouco mais sensível, complicado. Mas dentro de um planejamento que fizemos, entendíamos que alguns atletas teriam que jogar na quinta-feira, oportunizar porque vinham treinando bem. E muitos deles, quatro, cinco rodadas atrás, vinham jogando também. Não tive dúvida que teríamos uma equipe forte quinta-feira. Acho que quando você planeja e tem convicção, a chance de as coisas acontecerem são maiores.

CONVICÇÃO

– Não que tenha receita, poderia não ter dado certo nem quinta e nem domingo e talvez estivéssemos sendo criticados por isso. É a convicção que você tem que ter com o trabalho e na comissão técnica. Hoje foi mostrado que temos um grupo forte. Venho falando isso com eles repetidamente, que temos time, tradição, camisa, torcida, para brigar na parte de cima. Só que o campeonato não permite erros. Até erramos e quase perdemos a oportunidade de ganhar. Mas saio satisfeito pelo empenho e dedicação de todos.

GOLS SOFRIDOS NO INÍCIO

- Tomar gol já é difícil. Tomar gol no início da partida, repetidamente, traz um trauma grande. Você tem que fazer um esforço. Mas conseguimos manter o equilíbrio, deixamos o jogo sob nosso controle. Ao meu ver, fizemos um bom primeiro tempo e conseguimos virar a partida antes do intervalo. Esse foi o grande mérito. Mas sem dúvida nenhuma são erros que precisamos corrigir porque como não deu na quinta para reverter o placar, domingo também poderia não acontecer. Fizemos os gols, criamos também na quinta e acabamos parando na trave e goleiro do Bahia. Acho que o saldo foi positivo, jogar no Barradão é sempre complicado.

LADO POSITIVO

- Foi o poder de superação e manter o controle emocional. O que é difícil na situação em que vivemos, um gol logo cedo contra um adversário que está na mesma zona que a gente poderia desequilibrar a nossa equipe, mas mantivemos a calma e conseguimos os gols no primeiro tempo.

CHANCE DE ERIK

- Lógico, no lance com o Erik houve uma cobrança não só minha, mas do próprio grupo. O que eu acho normal, uma situação daquela, era para fazer o quinto gol e terminar a partida tranquilo. Por pouco o Vitória não empatou no último lance, e a gente ficaria com um sentimento muito ruim. Mas isso faz parte do futebol. O Erik reconheceu, acho que ele cresceu como atleta com essa situação. E solidariedade faz parte de qualquer esporte, principalmente o coletivo como é o futebol.

GOL DE KIEZA

- Onde o Kieza passou fez gols. É um jogador com bom poder de finalização, tempo de bola excelente, nos ajuda bastante, é experiente. Vinha falando não só com ele, mas também com os outros atacantes, que era só fase, daqui a pouco a bola vai entrar. nós vínhamos criando boas oportunidades e perdendo muitos gols. Acho que a ansiedade estava preocupando ele, como o Erik, o Brenner, que é um dos artilheiros da equipe, o Aguirre, que veio porque faz muitos gols... É uma situação que todo atacante passa, mas com tranquilidade as coisas acontecem. Esperamos que depois desse jogo possa fluir as atuações desses atletas e os gols.

GOLEIROS

- Não é toda hora em que a gente tem dois goleiros do nível de Jefferson e Gatito contundidos. Tenho muita confiança tanto no Saulo quanto no Diego. O Diego vinha treinando muito bem há semanas, depois da estreia dele contra o Sport, e eu achei por bem que queria dar uma oportunidade para ele mostrar seu potencial. Não tenho dúvida que daqui a dois, três anos, tanto o Diego quanto o Saulo serão bem vistos e serão grandes goleiros. A única coisa que falta é experiência. E experiência só se adquire jogando.

GATITO VOLTA DOMINGO

- Não sei, só o departamento médico pode responder. Ele está um pouco mais adiantado que o Jefferson, porém, o tempo exato de volta só o departamento médico pode responder durante a semana.

Botafogo de Futebol e Regatas