notícia

Bahia 2 x 1 Botafogo

Rodrigo Pimpão marca e Fogão precisa de vitória simples no Nilton Santos para avançar
Atualizado em 20-09-2018, 23h47

 

 
 

O Botafogo merecia melhor sorte. Criou, mandou duas bolas na trave, o goleiro adversário foi o melhor em campo. No fim, o placar de 2 a 1 a favor do Bahia deixou a definição da vaga em aberto e a ser disputada no Estádio Nilton Santos, no dia 3 de outubro. Rodrigo Pimpão fez o gol do Glorioso, que precisa de vitória simples para se classificar na Sul-Americana.

O próximo adversário do Botafogo é o Vitória, domingo, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro.

O JOGO

Uma partida intensa e movimentada em Salvador, cheia de alternâncias e oportunidades de gol. Para começar, logo aos 3 minutos, Ramires aproveitou sobra na entrada da área e bateu firme para abrir o placar para o Bahia.

Jogo fácil para o Bahia? Claro que não. O Botafogo reagiu, criou inúmeras chances, jogou bem e poderia ter feito seu gol ainda no primeiro tempo. Aos 19, Rabello cabeceou, Nino Paraíba desviou para trás e Douglas evitou o empate. Aos 23, Brenner finalizou de cabeça rente à trave esquerda.

O Bahia também teve suas chances. Nino Paraíba e Edgard Junio finalizaram com perigo para fora, Clayton cabeceou para grande defesa de Diego.

Mas o Botafogo era mais perigoso. Aos 39, Igor Rabello fez ótimo lançamento, Brenner pegou de primeira e mandou na trave. Aos 41, Brenner deu o passe, Pimpão invadiu e bateu na saída do goleiro, no travessão.

No segundo tempo, o Fogão pressionou, criou inúmeras chances e esbarrou em grandes defesas de Douglas. Aos 9, Luiz Fernando cobrou falta da esquerda direto, o goleiro espalmou. Aos 10, em lance incrível, Marcelo finalizou na área, a zaga salvou em cima da linha, Luiz Fernando mandou para fora.

Só que o futebol não é justo. Aos 14, após escanteio da esquerda, Clayton cabeceou e ampliou para o Bahia.

O Botafogo foi com tudo em busca da reação e diminuiu pouco depois. Aos 16, Rodrigo Pimpão pegou rebote do goleiro na área e recolocou o Glorioso no jogo, em um importante gol fora de casa! Bahia 2 x 1 Botafogo.

O empate esteve perto de vir. Só que o goleiro Douglas fez milagres, ao tirar duas finalizações à queima-roupa de Marcelo Benevenuto e um chute cruzado rasteiro de Luiz Fernando, aos 26.

Houve emoção até o fim. Léo Pelé foi expulso por falta em Luiz Fernando. O Botafogo ameaçou duas vezes, mas Aguirre e Brenner pararam em Douglas. Já o Bahia teve uma boa chance na bola parada, que Vinicius cobrou rente ao travessão. Ficou mesmo no 2 a 1, placar em aberto, decisão no Estádio Nilton Santos.

BOTAFOGO: Diego Loureiro, Luis Ricardo, Marcelo Benevenuto, Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Jean (Aguirre), Bochecha, Leo Valencia (Luiz Fernando) e Rodrigo Pimpão (Marcinho); Brenner. Técnico: Zé Ricardo.

Danilo Santos