notícia

Dedicação por novo cenário

Zé Ricardo destaca unidade do grupo e crê em evolução no Brasileirão
Atualizado em 30-08-2018, 20:08

Diante do Grêmio, sábado, no Sul, o Botafogo terá a oportunidade de buscar sua segunda vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro, a primeira fora do Estado. O treinador Zé Ricardo sabe da dificuldade do desafio contra um adversário forte, motivado e em seu campo, mas mantém confiança no trabalho realizado pelos seus comandados.

- O que posso dizer é que o Botafogo tem uma maneira de jogar, que briga muito por todas as bolas, boa técnica.
O clube atravessa um momento complicado, mas vejo a dedicação de todos para solucionarmos esses problemas. O que temos de mais forte aqui é essa unidade do grupo. A equipe pode fazer um jogo mais apoiado e no limite em todos os jogos, assim conseguiremos ser mais competitivos - disse Zé.

CONFIRA OS PRINCIPAIS TRECHOS DA ENTREVISTA COLETIVA DO TREINADOR ZÉ RICARDO:

ERIK PODE AGREGAR EXPERIÊNCIA

- A gente entende que o Erik e um atleta, apesar de jovem, de boa qualidade. Sabe e acostumou a fazer gols. Aquele jogo exigiu de nós uma equipe que buscasse o gol o tempo inteiro. Ele sempre se colocou a disposição para jogar e entendemos que era um bom momento colocá-lo em casa desde o início. Suportou todo tempo e sua experiência agrega ao nosso grupo, que é jovem. Ele também é, mas acreditamos que traz um pouco mais de experiência no setor.

A AUSÊNCIA DE IGOR RABELLO

- O Igor ficará de fora pela primeira vez no ano. É difícil se manter naquela posição. Sem dúvida o entrosamento é muito bom com o Joel, jogam muito tempo juntos. Mas estou tranquilo, temos o Yago, o Marcelo e também dois jovens bem promissores como o Kanu e o Helerson. Bem provável que seja o Yago, mas ainda não está definido. O importante é saber que quem entrar pode ajudar.

MOMENTO DE DESCANSO E AJUSTES

- As pessoas pensam que quando temos uma semana cheia vamos colocar os atletas para treinar para caramba, mas não. Serve de descanso e informação. Alguns aceleramos mais para um melhor condicionamento. O Grêmio é experiente e vem jogando sempre contra adversároos difíceis. É um elenco forte e um treinador experiente. Difícil, principalmente na Arena do Grêmio.

ATENÇÃO REDOBRADA

- Me preocupa o todo, não só a defesa. Enfrentaremos um adversário motivado pela classificação na Libertadores e precisamos ter nosso cuidado, mas também fazê-los se encomodarem com a gente. Se não fizermos isso eles jogarão com grande eficiência, coisa que a gente não quer. Acredito muito na nossa equipe e acho que estamos evoluindo e precisamos manter o equilíbrio para fazermos um bom jogo lá.

CONFIANÇA NA LINHA DE FRENTE

- Não me preocupa sinceramente. O Brenner joga mais nas costas do volante e vai bem. O Aguirre ainda está se soltando e vai dar muitas alegrias. Está se adaptando ao nosso futebol.

SEQUÊNCIA DE VITÓRIAS PARA EMBALAR NO BRASILEIRÃO

- Nao tenho dúvida, ainda mais da forma que a tabela se apresenta hoje. Se conseguirmos ou quem conseguir duas ou três vitórias fatalmente vai dar uma distanciada. Saímos de quatro jogos em dez dias e agora pegaremos outra sequência após essa pausa. Essa é a dificuldade de uma equipe que enfrenta a nossa realidade, um complicador a mais. Mas estamos passando confiança ao grupo, estamos numa crescente e certamente uma vitória no Sul nos dará mais confiança para essa sequência.

POR DETALHES

- Temos alguns números que muitas das vezes não levamos em consideração, mas estão aí. Não posso dar explicações quanto a isso, mas em dois jogos foram detalhes, só que temos que continuar trabalhando para quebrar essa estatística, o que vai acontecer uma hora. Isso faz parte do jogo.

A BUSCA PELA FORÇA MÁXIMA

- O grande desafio nosso é podermos contar com a volta do Renatinho, Marcos Vinicius, kieza, Lindoso... Todos à disposição para que eu quebre a minha cabeça. Assim fica mais facil trabalhar essa questão do desgaste. Fica difícil falar em preservar alguém nas nossas condições. Quem estiver bem vai para a guerra.

CONFIANÇA EM YURI

- O Yuri é polivalente. Pode jogar invertido, na lateral-esquerda ou na frente do lateral. Um jovem atleta e já o conhecia da base jogando contra. É super tranquilo e confiante que pode dar conta do recado. E complicado fazer muitas alterações na equipe nessa sequência de jogos difíceis, mas confio em seu futebol e sei que posso contá-lo.

AUSÊNCIAS NA EQUIPE

- O Saulo está treinando, mas ainda sem fazer algumas atividades e vamos ver como vai se desenvolver. Gatito e Jefferson nao voltam agora. O Kieza voltou a treinar e o que pesa é seu ritmo de jogo. O Lindoso ainda deve demorar uma semana a mais para retornar, talvez contra o Cruzeiro possa estar com a gente.

NEM TUDO QUE PARECE É

- Vejo essas relações muito superficiais. Você pode jogar com um volante e ser totalmente conservador. Temos observado e quando atuamos com três volantes estávamos sem um 10. Ainda temos dois dias para trabalhar e acho que a gente pode atuar nas duas formas e sermos equilibrados. Jogar na Arena é uma dificuldade para todos os times, mas vamos para buscar os três pontos. Não pode faltar ambição.

Marcos Silva