notícia

Vasco 74 x 82 Botafogo

Com grande atuação coletiva, Alvinegro cresce no último quarto e vence em São Januário
Atualizado em 21-08-2018, 21:10

Em noite de grande atuação coletiva, o Botafogo triunfou no clássico contra o Vasco nesta terça, em São Januário, por 84 a 72. O time do técnico Léo Figueiró executou bem a proposta de jogo, teve cinco atletas com mais de 10 pontos e fez um último quarto excelente, que garantiu a primeira vitória alvinegra no Estadual. 

Bem diferente da primeira rodada, as equipes entraram em quadra achando mais espaços e mostraram grande poder de finalização. Melhor para o Glorioso, que teve Arhur como protagonista da etapa ao fazer sete pontos e colaborar para a vantagem de 20 a 11 na primeira parcial. A resposta veio logo na sequência e, em cinco minutos, os mandantes abriram 29 a 24 e obrigaram Léo a pedir tempo. Na volta, Coelho levou o time ao ataque viu seus companheiros Cauê e Jamaal recolocarem o time nos trilhos. A retomada terminou com chute do novo capitão da equipe, da zona morta, no estouro do cronômetro, que levou o jogo empatado para o intervalo: 34 a 34. 

Se o domínio do clássico mudou de lado de quarto para quarto, o terceiro período mostrou uma tônica diferente: equilíbrio do início ao fim. Como pregado pelo estilo de jogo alvinegro, os arremessos vinham de jogadores diferentes a cada lance e confundia a marcação vascaína ,que tinha dificuldade com as jogadas. Porém, o time não teve a mesma felicidade do outro lado da quadra e, após seis trocas de liderança, foi o cruz-maltino quem terminou na frente no terceiro quarto, com placar de 60 a 58. O Vasco foi quem matou a primeira bola da etapa, mas, na sequência, o Fogão correu para 10 pontos com participações importantes de Jamaal e Arthur e manteve a frente por duas posses até os últimos três minutos. Após falta técnica do camisa 35, os donos da casa ficaram apenas a um ponto do empate, mas viram Mogi decidir as últimas bolas e depois sofrer faltas até fechar o placar em 82 a 74. 

Autor de 13 pontos e 3 rebotes, Jamaal Smith teve vida difícil diante da marcação dentro de quadra e das arquibancadas. O norte-americano comentou sobre o assunto e exaltou o jogo coletivo na vitória.

- Foi uma grande partida, tivemos sabedoria e maturidade para crescer no momento certo do jogo e conseguir essa vitória dentro da casa dele, ignorando a pressão e mostrando o grande time que somos. Conquistamos nosso primeiro objetivo no campeonato, mas sabemos do caminho longo que vem pela frente. Saio de quadra muito feliz hoje, faz uma semana que iniciei os treinos com o grupo, dei meu máximo durante todos esses dias para ir me adaptando ao estilo de jogo e fomos coroados com uma ótima atuação coletiva. 

O próximo compromisso do Glorioso pelo Estadual de Basquete é neste sábado, no Ginásio do Instituto Abel, às 14h, contra o Niterói.

 

Walner Junior