notícia

Paraná 1 x 1 Botafogo

Fogão leva empate no fim e vai a 22 pontos no Campeonato Brasileiro
Atualizado em 12-08-2018, 13h00

 

 
 

O Botafogo vencia o Paraná até os 51 minutos do segundo tempo, mas em um lance de azar um chute de longe desviou, entrou e decretou o 1 a 1. No dia do aniversário de 114 anos do futebol do clube, o Glorioso empatou e chegou a 22 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário no Brasileirão é o Atlético-MG, domingo, no Estádio Nilton Santos. Antes, o time volta seu foco para a Sul-Americana, na qual enfrenta o Nacional (PAR) quinta, no Nilton Santos, precisando vencer para se classificar. 

O JOGO

Domingo de manhã, fora de casa, estreia de Zé Ricardo. Contra um adversário pressionado, o Botafogo fez bom primeiro tempo, criou diversas chances e poderia ter saído na frente. Faltou caprichar.

Logo aos 5, Luiz Fernando recebeu cruzamento de Pimpão e cabeceou sem força, Richard pegou. O mesmo Luiz Fernando finalizou uma bola perigosa aos 9, mas havia impedimento. Na melhor oportunidade, Aguirre fez ótimo lançamento, Leo Valencia invadiu a área, driblou o goleiro e bateu na rede pelo lado de fora.

O Paraná ameaçou apenas em chutes de Torito, de longe, para fora. Já o Botafogo chegou novamente com Luiz Fernando, em belo chute de fora da área com direção do ângulo, mas Richard espalmou, aos 21.

Porém, aos 28 o jogo mudou. Matheus Fernandes disputou com Maicosuel e Silvinho, levou duas pancadas deste segundo e esboçou revidar. Resultado: Silvinho simulou agressão, Maicosuel reclamou ostensivamente, começou uma longa confusão e o árbitro expulsou um de cada lado. Matheus Fernandes e Cleber Reis receberam cartão vermelho.

Se o Paraná assustou em chute de Carlos, novamente o Botafogo foi mais contundente. No jogo aéreo, Aguirre obrigou Richard a espalmar, Pimpão e Lindoso cabecearam para fora. Já aos 47, Rodrigo Pimpão arriscou de bicicleta de fora da área e Richard defendeu.

No segundo tempo, o ritmo diminuiu. É verdade que o Botafogo teve uma grande chance logo aos 3, quando Aguirre fez ótimo cruzamento, Luiz Fernando entrou em velocidade livre e finalizou por cima.

O Botafogo tinha mais a bola, o Paraná se defendia mais. O jogo ficou equilibrado e amarrado. Zé Ricardo mudou o time, com as entrada de João Pedro e Renatinho nos lugares de Rodrigo Pimpão e Leo Valencia.

Até que, aos 24, o Fogão chegou trocando passes, Luiz Fernando recebeu na área, girou e foi derrubado. Pênalti claro marcado pelo árbitro. Rodrigo Lindoso foi para a cobrança e converteu, aos 27! Paraná 0 x 1 Botafogo!

O Botafogo voltou a assustar aos 36, com cabeçada perigosa de Aguirre. No lance seguinte, Alex Santana arriscou de longe e Saulo espalmou para o lado. 

O Paraná parecia sem forças, arriscava só em chutes de longe, como os de Alex Santana e Baez. Entretanto, aos 51 do segundo, uma finalização de longa distância de Alex Santana desviou e decretou o empate.

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Luiz Fernando (Jean), Leo Valencia (Renatinho) e Rodrigo Pimpão (João Pedro); Aguirre. Técnico: Zé Ricardo.

Danilo Santos