notícia

Nacional (PAR) 2 x 1 Botafogo

Fogão perde jogo de ida pela Sul-Americana. Decisão da vaga será no Nilton Santos
Atualizado em 01-08-2018, 21h26

 

 
 

A decisão da vaga ficou para o Estádio Nilton Santos. No Defensores Del Chaco, o Botafogo perdeu por 2 a 1 para o Nacional (PAR) em jogo franco e com chances até o último lance. O gol alvinegro foi de Luiz Fernando. Agora, para se classificar para a próxima fase da Copa Sul-Americana, o Glorioso precisa de uma vitória simples em casa.

O jogo de volta será no dia 16 de agosto no Nilton Santos. Antes , o Botafogo volta seu foco para o Campeonato Brasileiro. Sábado o time enfrenta o Santos, também no Rio de Janeiro.

O JOGO

Na primeira fase, o adversário veio do Chile, o Audax Italiano. Na segunda fase, o rival do Botafogo era o paraguaio Nacional, com jogo de ida no Defensores Del Chaco. Na etapa inicial, os times fizeram duelo bem equilibrado, com um gol para cada lado.

O gol do Nacional veio cedo. Logo aos 9 minutos, Danilo Santacruz aproveitou sobra da área, dominou no peito e marcou um golaço, de bicicleta.

Vez de o Botafogo reagir e buscar jogo. Aos 12, Rodrigo Lindoso achou Leo Valencia, que girou na área e bateu por cima. Aos 18, Kieza recebeu, limpou e chutou para defesa do goleiro. Em outra oportunidade, Valencia deu bom passe e Rodrigo Pimpão mandou sobre o alvo.

Quando o Nacional voltou a levar perigo, Saulo apareceu bem. O goleiro fez boa defesa em chute de Santacruz da entrada da área. Pouco depois, aos 30, veio o empate! Kieza arrancou pela direita e cruzou, Pimpão brigou e Luiz Fernando mandou para a rede. Nacional 1 x 1 Botafogo!


Luiz Fernando comemora seu gol: jogador teve boa atuação (Foto: Divulgação Conmebol)

No segundo tempo, o panorama foi parecido. O Nacional marcou logo no início, aos 6, com Vieyra, em chute colocado de fora da área. 

Antes, o Botafogo havia tido uma chance com Luis Ricardo, que tentou encobrir o goleiro sem sucesso. Aos 13, Luiz Fernando clareou a jogada e finalizou, Paniagua tirou. Aos 14, Leo Valencia parou em Rojas. 

O Nacional até ameaçou com Juanfranco para defesa de Saulo, mas era o Botafogo que pressionava. Aos 32, Carli de voleio obrigou o goleiro a fazer boa defesa. Aos 35, Valencia cobrou falta rente à trave. O mesmo Valencia teve nova oportunidade, tentou encobrir, mas o goleiro defendeu. 

No fim, o Nacional teve chances com Juanfranco e Barero, com perigo. Mas foi o Botafogo que teve a bola do jogo. Aos 47, Valencia lançou na área, o goleiro cortou mal, Rodrigo Lindoso deu ótimo passe e Brenner finalizou, porém a zaga tirou em cima da linha. Ficou mesmo no 2 a 1.

BOTAFOGO: Saulo, Luis Ricardo, Joel Carli, Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Marcelo), Rodrigo Pimpão (Renatinho), Leo Valencia e Luiz Fernando (Brenner); Kieza. Técnico: Marcos Paquetá.

Danilo Santos