notícia

Em casa

Adaptado ao Brasil, Zeballos se diz feliz no Botafogo e quer ser artilheiro
Atualizado em 19-06-2014, 18:30

Zeballos chegou ao Botafogo no início do ano e teve o Campeonato Carioca como a primeira oportunidade de atuar no Glorioso. Jogou, fez gols e, mesmo sem o ritmo de jogo ideal, provou sua qualidade. No Campeonato Brasileiro é o vice-artilheiro da equipe com três gols, apenas um atrás de Emerson Sheik. Adaptado ao Rio de Janeiro, o atacante paraguaio se diz feliz no Alvinegro e ressaltou o rápido entrosamento com seus companheiros.

"Cada dia é mais fácil e muito melhor. Temos jogadores muito bons dentro e fora de campo. Creio que qualquer jogador estaria bem com eles em cada partida. Temos que tratar de apoiá-los, de nos entendermos melhor nos treinamentos, o que é muito importantes. O nosso grupo é muito unido, tanto os estrangeiros quanto os que são do Brasil. Me receberam muito bem. Os estrangeiros também me receberam muito bem e pelo fato de falarem espanhol acabo conversando mais com eles. Isso faz muito bem para a equipe. Todos os estrangeiros do clube foram bem aceitos pela diretoria, comissão técnica e torcida, o que facilita nossa adaptação no Rio de Janeiro", comentou Zeballos.

Apoiado pelo clube para que tivesse a adaptação facilitada no Rio de Janeiro, Zeballos se diz tranquilo e espera bons resultados no Botafogo.

"Minha família está gostando muito, tanto minha esposa quanto o meu filho. Estamos difrutando bem o Rio de Janeiro, é um lugar muito lindo e já havia jogado aqui na Libertadores quando defendi o Olimpia e o Emelec. Tem um clima muito bom e estamos adaptados. Agora é esperar que tenhamos resultados dentro de campo para aproveitar ainda mais", falou o atacante de 28 anos.

À vontade no ataque ao lado de Emerson Sheik e com Ferreyra, com quem já havia jogado no Paraguai, Zeballos ressaltou a competitividade do futebol brasileiro e diz ter encontrado no Botafogo uma nova motivação para jogar e marcar gols.

"Quando estava no Olimpia também fiz muitos gols e sai campeão. Na Rússia estive numa equipe que sempre estava lutando para não cair e a motivação não era a mesma, era um futebol muito frio. Vim ao Botafogo, com o ambiente dentro do plantel, encontrei com o Tanque Ferreyra, com quem joguei no Olimpia e tenho a motivação de estar num futebol bem competitivo, além da melhora no aspecto físico. Me sinto bem por isso. Estou muito feliz nesse clube, tenho contrato até dezembro e depois vamos ver", comentou Zeballos.

Com três gols no Campeonato Brasileiro, Zeballos começou bem na competição nacional e já projeta a artilharia da competição, o que não seria uma novidade em sua carreira.

"Claro que penso na artilharia. Da para pensar nisso, porque um atacante sempre trata de fazer gols. No meu caso tive a sorte de ter sido goleador em todas as equipes que joguei e aqui também pode acontecer", finalizou o atacante alvinegro.

Confira a galeria de fotos do treino desta quinta-feira, no Cefan, nas imagens de Vítor Silva / SSPress!


Marcos Silva