notícia

Velho conhecido

Alberto Valentim fala sobre reencontro com o Vasco e oportunidade de voltar a vencer
Atualizado em 01-06-2018, 18:06

Botafogo e Vasco já se enfrentaram algumas vezes na temporada, todas pelo Campeonato Carioca, competição que o Glorioso conquistou justamente contra o rival. O reencontro agora será pelo Campeonato Brasileiro, sábado, em São Januário. A partida é de grande importância para o Glorioso, que busca voltar a vencer na competição nacional. Em entrevista coletiva, o treinador Alberto Valentim falou sobre o clássico e as situações de enfrentar um adversário tão conhecido na atual temporada.

- Vamos para a quinta vez contra eles. Muitas coisas o Zé sabe, a forma que a gente joga, mesmo não sendo os mesmos onze dos dois lados. Dá para pegar muita coisa também e estamos indo para mais um jogo decisivo. Será a primeira vez que vamos jogar em São Januário e precisamos evitar erros bobos para sairmos com os três pontos de lá - disse Valentim.

O comandante alvinegro também destacou a importância de vencer fora de casa, um objetivo que a equipe ainda não conquistou, mas que trabalha para superar diante do rival estadual.

- Importante uma vitória fora, coisa que ainda não nos aconteceu no Brasileirão. Primeiro pela nossa classificação, precisamos somar e nos distanciarmos da zona de baixo e automaticamente nos aproximarmos da parte de cima. E também pela tranquilidade dos jogadores e do trabalho - destacou o treinador. 

Confira os demais trechos da entrevista coletiva do treinador Alberto Valentim:

LADO FÍSICO CONTARÁ PARA NO CLÁSSICO

- Nós vamos para essa partida buscar o melhor desenho tático, vendo também os jogadores que estiverem fisicamente melhor. A escalação vai pesar muito no lado físico também. 

ERRO PESADO DA ARBITRAGEM CONTRA O SÃO PAULO

- Normal no sentido de que queremos vencer o jogo. Esse último ficou um clima diferente no vestiário, de um time que buscou. Tivemos também um erro pesado da arbitragem, assim como tivemos contra o Vitória. Não saiu uma linha na imprensa naquela oportunidade. Eu não falei nada esperando que perguntassem e sequer tocaram no assunto. 

PREJUDICIAL

- Erros individuais acontecem. Erramos no terceiro gol, mas no primeiro, que houve o pênalti, o erro do árbitro foi maior que meu erro técnico. Tivemos erros individuais e um muito pesado da arbitragem. Sâo três para decidir se foi ou não e não conseguiram. Eu cobro muito dos jogadores, erros acontecem, mas nesse jogo o erro da arbitragem foi muito forte.

APROVEITAR AS OPORTUNIDADES

- Precisamos ser um time muito organizado como fomos nesse último jogo e sabemos que fora de casa teremos menos oportunidades e precisamos aproveitá-las. 

EQUILÍBRIO

- Sempre falei e peço muito equilíbrio aos jogadores. Não quero que o time tenha um saldo enorme de gols, mas que seja uma equipe que dificulte ao máximo aos adversários. Que a gente possa transformar as oportunidades em gols e que possamos minimizar os erros lá atrás.

A ROTINA E HORÁRIOS DE TREINOS

- Se joga a tarde, o treino é a tarde. A rotina é feita mais ou menos em cima do horário que se joga. Tentamos aproximar ao máximo disso. Já fizemos treinos pela manhã e para o jogo contra o Bahia o treino será pela manhã até pela viagem na parte da tarde. Tivemos algumas semanas cheias e não achamos necessário por o time estar muito bem fisicamente. Por isso não fizemos dois períodos. Na intertemporada teremos treinos sim em dois períodos.

AJUSTES NECESSÁRIOS

- Nós vamos definir bem hoje as alturas da nossa marcação e vamos procurar jogar para ganhar com a bola nos pés. Com certeza esse jogo vai ser definido por detalhes.

Assessoria de Imprensa