notícia

Padrão Lindoso de qualidade

Com bom índice de passes certos, volante trabalha para manter alto rendimento
Atualizado em 25-04-2018, 18:15

Rodrigo Lindoso vive bom momento no Botafogo, muito pela sua qualidade no passe e visão de jogo. Meia de origem, o jogador, autor do gol alvinegro diante do Sport, na Ilha do Retiro, falou sobre suas atuações com a camisa alvinegra e projetou um ano de vitórias para um Botafogo que trabalha duro e pensando jogo a jogo.

- Não me apego muito a isso, posso errar alguns passes também. Penso em alimentar sempre os atacantes, é a minha função. Procuro colocar a bola com o máximo de qualidade para que eles possam desenvolver e nos ajudar. O Alberto pede que estejamos concentrados nos treinos e essa é uma característica minha. Espero manter essa média para ficar bem até o fina do ano - disse Lindoso.

O volante também falou sobre o ano do Alvinegro, que começou com a conquista do Campeonato Estadual e segue com a disputa da Copa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro. Sem previsões, Lindoso garantiu muito trabalho da parte dos atletas e comissão técnica por um ano ainda mais vitorioso.

- Minha opinião é muito parecida com a do Alberto em relação a probabilidade de títulos. Disputamos uma copa, um jogo de muita concentração e poucos erros. A chance é grande. No Brasileiro a competitividade é muito alta, não podemos cravar que alguém vai ser campeão. Vamos jogo a jogo e sabemos que depois do primeiro turno as coisas começam a se definir. O Botafogo sempre tem que pensar nos títulos e vamos com os pés no chão. Temos duas competições e vamos fortes nas duas - falou.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Rodrigo Lindoso:

GATITO FORA CONTRA O GRÊMIO?

- Eu não sei se o Gatito vai ficar de fora, isso vai ficar com o departamento médico. É verdade que ele não foi a campo, mas também aconteceu na semana passada com um acidente que teve na mão. Mas essa é uma posição bem tranquila para o Alberto, que sabe que pode contar com o Jefferson. Se o Gatito não puder jogar nós estaremos bem representado.

SEM VAIDADE PELA BRAÇADEIRA

- Comentei na final do Estadual que no Botafogo não há essa vaidade com essa questão de ser o capitão. Pode ser eu, o Carli, o Gatito... Somos um grupo e não temos essa vaidade.

O INÍCIO DO BOTAFOGO NO CAMPEONATO BRASILEIRO

- Um início bom, apesar de queremos a vitória, mas foi um bom jogo contra o Palmeiras, uma equipe que brigará lá em cima também. Foi justo. Contra o Sport é difícil jogar lá e a qualidade do campo não estava boa, com muitos pontos alagados que prejudicaram para os dois lados. Poderíamos ter saído com a vitória de lá também. Falamos que daríamos a volta por cima no Carioca e conseguimos o título e agora vivemos outra competição e vamos crescer também.

FAZ PARTE DA BOLA

- Quando o Alberto pode contar com todos é bom para ele, até pela questão tática e poder fazer o que planeja durante a semana. Mas temos que saber lidar com isso, lesões inesperadas. Temos que nos adaptar a isso e sabemos que perderemos um ou outro por alguns jogos. Espero que isso não aconteça, mas acontece no futebol. Eu mesmo joguei muitos jogos do Carioca e na final não pude estar em campo. Quem entrou no meu lugar foi bem e temos que ser assim, sempre procurando suprir a ausência dos companheiros.

AGUIRRE CADA VEZ MAIS PRÓXIMO

- A conversa tem sido pouca, até pelo fato de estar fazendo os trabalhos específicos. Muitas vezes chega até antes e trabalha em dois períodos. Além dele teremos também a volta do Renatinho, que poderá ser novamente relacionado. É bom poder contar com mais um e demos todo apoio para que ficasse à vontade. Ganhamos mais um reforço com o Aguirre.  

UM AJUDA O OUTRO

- Acho que vai acontecer isso em determinado período do ano. Depois que o Kieza entrou na equipe, quando optaram por ele, estava marcando em todos os jogos. Acabou se lesionando e o Brenner voltou ao time fazendo gols também. Isso é uma fase, atacante é assim mesmo e essas cobranças são normais. O que podemos fazer é ajudá-los quando não estão no bom momento. Muito lance é falta de sorte, nesse jogo mesmo contra o Sport tivemos boas chances. O importante é que o Botafogo saia vencedor, até com uma assistência deles. O importante é que nos ajudem.

Marcos Silva