notícia

Boas recordações

Campeão 2 vezes no Chile com a seleção, Matheus projeta bom início pelo bi da Sul-Americana
Atualizado em 12-04-2018, 11:10

O Botafogo iniciará sua caminhada na Copa Sul-Americana nesta quinta-feira, diante do Audax Italiano, no Chile. E o Glorioso conta com um jovem talento que já brilhou muito em solo chileno. Trata-se do volante Matheus Fernandes, cria do Alvinegro que foi campeão duas vezes no país com a camisa da seleção brasileira Sub-17 e Sub-20. Boas lembranças para um bom início de copa para o atleta que falou sobre o sonho de ser tornar ídolo no Botafogo, o futuro e a relação especial com seu pai.

- Essa foi a minha última convocação com a seleção Sub-20, com o Rogério Micale. Viemos para o Chile para disputar um quadrangular e acabamos campeões. Na verdade fui campeão duas vezes aqui no mesmo quadrangular. O primeiro pela Sub-17 e o outro pela Sub-20. Brinquei que o Chile me traz título e espero que hoje seja a vitória para nós - disse Matheus Fernandes.

De volta ao Chile, desta vez com o Botafogo, Matheus Fernandes espera iniciar a Copa Sul-Americana com o pé-direito. O jovem volante está confiante e fala em vitória para voltar ao Rio com a vantagem pela classificação.

- O Chile me traz boas lembranças e quem sabe não sai o primeiro gol como profissional no Botafogo aqui, né? O Chile é muito bom, gosto de estar aqui, da cidade e espero fazer uma boa partida para levarmos uma vantagem para o Rio pela consolidação da nossa classificação - disse.

O SONHO DE VIRAR ÍDOLO

Campeão Carioca com o Botafogo, Matheus Fernandes superou a lesão no pé que o tirou de alguns jogos e esteve em campo na partida que coroou o trabalho da equipe. Inspirado, Matheus falou sobre suas ambições com a camisa alvinegra.

- O que eu quero é conquistar mais títulos no Botafogo. Conquistamos um muito importante para o grupo e para a história do clube. Já posso dizer que ganhei um título profissional com o Botafogo e quero ganhar mais para marcar meu nome e quem sabe virar ídolo um dia - projetou.

Confira os demais trechos da entrevista com Matheus Fernandes:

A SELEÇÃO BRASILEIRA

- É um sonho de moleque poder vestir a camisa da seleção brasileira. Claro que no momento não penso, sei que é difícil chegar lá, mas quem sabe num futuro bem próximo eu possa vestir a camisa da seleção brasileira novamente.

MAIS MADURO

- Costumo dizer que a cada dia amadurecemos um pouco mais. A temporada passada me deixou muito mais maduro, mas não posso tirar o mérito desse ano, que começamos com um título. Procuro amadurecer a cada dia nos treinamentos. Isso é para a vida, não adianta olhar para o passado, se não fizer nada nesse ano não vai acrescentar nada na minha carreira. Penso muito no momento, até esse bate-papo aqui me faz evoluir.

O BOTAFOGO COM UMA BASE FORTE

- É o melhor momento não só da base, mas do clube. A base serve para formar atletas e às vezes forma bem, mas sem integração com o profissional. Isso acontece no Botafogo, a maioria dos atletas tiveram isso, pelo menos um amistoso contra o profissional. Isso é bom, fortalece os meninos e quando chegam no profissional estão mais preparados para encarar as coisas, a torcida, as competições importantes. Acho legal da parte do Botafogo estar olhando para a base como tem feito nos últimos anos e o clube só tem a crescer com a venda de jogadores. Sempre importante olhar para a base.

INSPIRAÇÃO PARA OS MAIS JOVENS E GRANDE RESPONSABILIDADE

- Carrego sempre a responsabilidade não só pelos meninos que ficam olhando, mas por carregar o nome da minha família. Procuro sempre dar o meu melhor, demonstrar o que eu sou, da onde eu venho e o que pretendo alcançar.

MAIS QUE UM PAI

- Tudo começou lá atrás com meu pai tentando ser jogador também e calhou da minha mãe engravidar. Ele estava fazendo um teste e eu nasci. Largou tudo e veio me ver. Depois de um tempo ele conversou comigo e me perguntou se jogar futebol era realmente o que eu queria. Disse que sim e investimos. Ele sempre acompanha os treinos, jogos, faz também a "análise de desempenho" puxando a minha orelha em casa (risos). Assim como temos os profissionais no Botafogo ele faz isso lá em casa. Temos uma convivência muito boa e agradeço muito a minha família, sem eles eu não teria conseguido. Quando o meu nome está na escalação na verdade não estou só, a família Fernandes está em campo.

O Botafogo de Matheus Fernandes entrará em campo diante do Audax Italiano nesta quinta-feira, às 19h15, no Estádio San Carlos de Apoquindo. A partida da volta está marcada para o dia 9 de maio, no Estádio Nilton Santos.

Matheus Fernandes

Marcos Silva