notícia

Botafogo 1 x 1 Vitória

Fogão sai na frente, mas empata em Macaé e vai a 5 pontos
Atualizado em 25-05-2014, 20h28

 



O Botafogo saiu na frente, foi melhor no jogo, criou chances de ampliar, mas acabou empatando em 1 a 1 com o Vitória, neste domingo, no Moacyrzão, em Macaé. O time comandado por Vagner Mancini foi a 5 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário é o Palmeiras, quarta-feira, às 19h30, no Prudentão.

O JOGO

Em Macaé, o Botafogo começou a partida com modificações na equipe. Vagner Mancini apostou em Lucas na lateral, Edílson no meio e Wallyson na frente como novidades. O atacante apareceu no primeiro lance de perigo do jogo, aos 2, ao cruzar para Wallyson finalizar por cima.

Porém, com um esquema modificado e um adversário bem postado, o Botafogo passou por um período de dificuldades. Foi quando o Vitória esteve perto de marcar. Aos 12, Souza entrou na área, driblou Renan e bateu para fora. Marquinhos, Alemão e Caio, em boas condições, também erraram o alvo, para sorte alvinegra.

O Botafogo se reencontrou e voltou ao jogo, insistindo nas jogadas pela esquerda com Wallyson. Duas vezes ele finalizou para fora. Uma, aos 27, fez bom cruzamento, mas Ayrton cortou antes da chegada de Emerson. Já aos 31, Lucas foi ao fundo e bateu cruzado, Wallyson se esticou e quase marcou.

Desta dupla, vieram mais lances perigosos. Wallyson quase marcou gol olímpico aos 40, em boa defesa de Wilson, e Lucas arrematou de canhota por cima pouco depois. De tanto pressionar, o Botafogo foi coroado com o gol aos 42. Emerson Sheik aproveitou sobra na entrada da área, dominou e chutou bonito para abrir o placar. Botafogo 1 x 0 Vitória!

Na etapa final, o time alvinegro começou controlando as ações e tendo oportunidades de ampliar. Edílson arriscou de longe para fora e Zeballos arriscou outra sem acertar o alvo. Aos 15, em boa trama ofensiva, zeballos rolou e Edílson soltou a bomba que Wilson espalmou.

O Botafogo já tinha perdido Airton no intervalo e ficou sem Bolatti também. Para piorar, no único ataque consistente, o Vitória achou seu gol, com Dinei, aos 23.

O empate acabou sendo um injusto castigo para o Botafogo, que tentou até o fim e teve sua melhor chance com Sassá, que pegou rebote de Wilson e mandou por cima.

BOTAFOGO:
Renan, Lucas, André Bahia, Bolívar e Junior César; Aírton (Gabriel), Edilson, Bolatti (Rodrigo Souto) e Zeballos (Sassá); Wallyson e Emerson Sheik. Técnico: Vagner Mancini.

Danilo Santos