notícia

Pronto para o jogo

Felipe Conceição revela equipe que iniciará o Estadual diante da Portuguesa
Atualizado em 15-01-2018, 20:03

A curta pré-temporada foi proveitosa, intensa e com um saldo positivo, já que todos trabalharam sem problemas físicos. Agora é a hora de iniciar a batalha e a primeira partida do ano será diante da Potuguesa, terça-feira, às 21h30, no Estádio Nilton Santos. O jogo será o primeiro de Felipe Conceição no comando da equipe e, na primeira entrevista coletiva pré-jogo, a confirmação do time que começa jogando.

- Amanhã vai o Jefferson no gol. O Gatito contou com dores musculares nos últimos dias, o que "facilitou" a escolha difícil. Vamos com Arnaldo, Carli, Rabello e Gillson; Matheus Fernandes, João Paulo e Léo Valência; Luiz Fernando, Pimpão e Brenner. Não vou fazer isso sempre, hein - brincou Felipe, ao revelar sua primeira escalação.

Veja a galeria de fotos do treino desta terça-feira nas imagens de Vítor Silva/SSPress/BFR!

 

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Felipe Conceição:

O INÍCIO DO TRABALHO NO CAMPEONATO ESTADUAL

- Em relação a risco não vem à cabeça. O otimismo pessoal e no grupo está alto. Fizemos uma boa pré-temporada sem nenhum tipo de lesão ou coisa ruim. Tive pouco tempo, o que é uma armadilha já que os clubes menores se preparam desde antes. Mas estamos prontos para uma boa estreia no campeonato.

COMPARATIVO ENTRE 2017 E 2018

- Comparando os cenários era um time mais experiente por ter uma Libertadores logo de início, com mais experientes. Agora é diferente, um treinador novo e uma equipe jovem. É uma oportunidade para todos. Muitos da base fazem parte desse elenco. O otimismo me faz pensar na oportunidade e não no desafio.

CONFIANTE NO TRABALHO

- Não sou um cara de lamentar nada. Pelo contrário, a pré-temporada foi tão boa e com uma evolução tão rápida da garotada. Passei para o grupo essa situação dos mais jovens, mas também utilizando os experientes. A expectatica é que a gente pense jogo a jogo no Estadual e depois podemos pensar em um ou outro nome para completar a equipe. Hoje estou confiante no grupo que tenho. Quem chegar soma.

GRUPO JOVEM

- O nosso grupo já conta com muito jovens e a média de idade é de 24 anos. Em relação a esse time que disputou a Copinha a ideia é aproveitá-los durante o ano. Não tem como definir isso agora, é um processo. Amanhã teremos um treinamento para quem não irá ao jogo e já contaremos com muitos desses meninos. É muito fácil tirar da base e colocar aqui. Não tenho essa vaidade, o meu objetivo é fazer isso no tempo certo.

BOM INÍCIO DE TRABALHO

- Tudo que a gente construiu. Foram dias curtos, mas intensos. Desde o começo trabalhamos com bola e conteúdos táticos. Quando o desempenho virar hábito vamos construir algo novo. Há margem de crescimento para esse grupo até pela idade. Teremos outra pausa no meio do ano também.

A META

- A busca é pelo equilíbrio sempre levando em consideração as características de cada jogador. Hoje o time é leve e jovem e vamos buscar explorar isso.

SEM LAMENTAR

- Penso em quem está no meu elenco. Não lamento a chegada de um ou de outro que não tenha acontecido. Tenho um grupo para passar total energia e conteúdo para que possam evoluir. Esse é o meu foco total.

LUIZ FERNANDO

- Joga mais pelas pontas, mas também pode ser usado pelo meio por conta da sua capacidade técnica. Temos a expectativa de ampliar o leque. Estou encantado com esse menino e acho que ainda poderá crescer muito no clube.

RONY

- A negociação passou por mim também. Gosto dele, mas estou deixando para a diretoria resolver. O que me preocupa é o lado humano, uma indecisão que é pior para ele do que para nós.

NOVO MOMENTO

- Os objetivos são diferentes, assim como a ideia de futuro para o clube. Ano passado era necessário um time mais cascudo desde o começo. Iniciamos nesse ano com apostas em jogadores da base, algo que o Botafogo ameja faz tempo. Investimento na base, nos profissionais. Essa situação negativa tornou-se uma oportunidade. Já falei para eles aproveitarem isso, não é toda hora que acontece num clube grande.

NA BRIGA

- Pela grandeza do clube e qualidade do elenco certamente entramos na briga. Difícil dizer que estamos na frente das outras equipes, até pelo novo processo que estamos entrando. Vamos brigar, mas não podemos confirmar nada.

Marcos Silva