notícia

Em casa

De volta ao Glorioso, Eduardo Freeland reassume a gerência da base alvinegra
Atualizado em 15-01-2018, 17:50

O Botafogo de Futebol e Regatas comunica que, após o período de quase um ano fora, Eduardo Freeland está de volta ao Alvinegro para reassumir, a partir do dia 24/01, o cargo de Gerente Geral das categorias de base do Glorioso.

Feliz e orgulhoso de estar de volta, Freeland falou sobre o seu sentimento atual e mostrou confiança em dar continuidade ao grande trabalho realizado na base forte do Fogão.

- Tenho muito orgulho de estar retornando para o Botafogo, por tudo o que vivi e aprendi aqui dentro. O trabalho veio sendo muito bem conduzido pelo Bruno Lazaroni e espero dar continuidade a ele. Com muito trabalho, contando com a equipe qualificada que a gente tem, que envolvem todos, e com os jogadores que temos, tentando capacitá-los para conquistas grandes dentro do clube. Com certeza, vamos seguir em busca do nosso objetivo principal, que é formar grandes jogadores para entregar ao futebol profissional e para que eles possam dar grandes alegrias para a torcida alvinegra. - disse. 

Peça fundamental no trabalho da reconstrução da base alvinegra, Eduardo chegou ao Botafogo em 2008, permanecendo até 2016, com uma breve saída em 2012. Durante esse período, cumpriu todas as etapas e passou por praticamente todas as funções dentro da base. Foi técnico de categorias menores, se tornou Coordenador técnico e depois Gerente técnico, até assumir o cargo de Gerente geral em 2015. 

- Foram 8 anos e meio defendendo o Botafogo, o clube que, não só me projetou para o futebol brasileiro, mas o clube que me formou na prática. Cheguei em junho de 2008 como treinador do Sub-13. Com um pouco menos de um ano de trabalho, fui convidado a ser treinador do Sub-15 e, em pouco menos de dois meses, fui chamado para ser Coordenador técnico, função que exerci durante 7 meses. Em 2010, fui convidado a ser Gerente técnico, função que englobava todas as áreas do clube. Esse foi o momento de maior aprendizado durante a minha trajetória, exerci essa função até o final de 2014, tive uma pequena saída de 6 meses do clube em 2012, e trabalhando essa multidisciplinaridade foi onde eu percebi a importância da formação integral do atleta para que ele pudesse ter mais chances de se firmar no futebol profissional, ter um valor de mercado maior e pudesse competir em alto nível. - relembrou Eduardo. 

Como Gerente Geral, Freeland implementou ótimos projetos, participou da formação de inúmeros atletas para a equipe profissional e levou o Alvinegro a grandes conquistas, entre elas, a mais importante da história da base do clube: o título brasileiro Sub-20 de 2016. No ano de 2017, ele esteve a frente da base do Cruzeiro, onde conquistou mais um brasileiro Sub-20, seu bicampeonato em sequência, e a Super Copa Sub-20, que rendeu uma vaga na Libertadores da categoria.

- Com a chegada do Manoel Renha (Diretor da base) e do Marco Antônio Tristão (Assessor da diretoria da base), eu acabei assumindo a função de Gerente geral da base. Foi muito gratificante participar de grandes campanhas e de grandes conquistas a partir daí. Já em 2015, a gente fez uma ótima campanha na Copa do Brasil Sub-17, sendo vice-campeão. Conquistamos a Copa da Amizade Brasil-Japão Sub-15 e Cruzeiro Cup também Sub-15, duas competições de alto nível técnico. Também em 2015, fomos campeões do Torneio OPG Sub-20, derrotando o Friburguense por 7 a 1 e conquistando o primeiro título do Botafogo dentro do Nilton Santos. Em 2016, fizemos um ano de conquistas grandiosas, as principais delas foram o estadual Sub-20 e, a maior de todas, acredito que a maior da história da base do Botafogo, que foi a conquista do Campeonato Brasileiro Sub-20, de uma forma bem legal, com toda a equipe da base do clube presente e torcendo junto no duelo contra o Corinthians, em São Paulo. - contou o gerente.

Eduardo Freeland assume oficialmente o cargo de Gerente Geral das categorias de base alvinegra no próximo dia 24/01.

Assessoria de Imprensa