notícia

Ao trabalho

Grato ao clube, treinador Felipe Conceição é apresentado em General Severiano
Atualizado em 04-01-2018, 16:01

O dia de reapresentação no Botafogo foi movimentado, muito pela apresentação oficial do treinador Felipe Conceição, seguido pelo Vice-Presidente de Futebol Gustavo Noronha e do Gerente de Futebol Anderson Barros. Os profissionais foram apresentados pelo Presidente Nelson Mufarrej, que destacou o processo de integração entre base e profissional em seu primeiro ato diante das câmeras.

- Primeiramente gostaria de desejar um ótimo 2018 para todos os botafoguenses e todo corpo de funcionários, comissão técnica e jogadores. Essa primeira coletiva é importante para apresentarmos a nova estrutura do Departamento de Futebol, voltada para a integração entre base e profissional com o novo centro de treinamento que temos. Reformulamos nossa comissão técnica, assim como é feito nas grandes empresas. É normal, natural. Quero desejar a eles sucesso e que possamos seguir um caminho importante nesse triênio - disse o Presidente Nelson Mufarrej.

Após o Presidente foi a vez de Felipe Conceição externar as primeiras palavras como treinador do Glorioso. Grato pela oportunidade, o comandante não escondeu a felicidade por poder

- Estou muito feliz de estar aqui. O meu agradecimento é o mesmo do Anderson Barros. Não pelo retorno, mas pelo crescimento como profissional. Sou grato às pessoas e ao clube. Trabalharemos além dos nossos limites para continuarmos desenvolvendo esse processo de crescimento do clube com a aquisição de novos atletas e utilização de ativos da base. Obrigado pela confiança - falou o novo treinador.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Felipe Conceição, novo treinador do Botafogo:

NOVA SAFRA DE TREINADORES

- É um processo natural que eles passaram e até abriram esse mercado, trouxeram essa confiança de confiar no novo. Entro nessa situação também por conta dessa ajuda não só do Jair, mas desses novos profissionais, com novas metodologias de trabalho. Isso ajudou sim para a minha escolha.

O MOMENTO DE ASSUMIR O BOTAFOGO

- Hora certa, momento certo para me tornar treinador do clube. Pelas circunstâncias e a necessidade de utilizar jovens jogadores.

A BASE DO TRABALHO

- Temos que respeitar o que foi feito até agora. Isso não vem só do Jair, mas sim do Ricardo Gomes. Quando subi ele era o treinador e muita coisa que fizemos partiu dele. Certamente vamos buscar evoluir em todos os sentidos, isso eu te garanto.

SEM TIGRÃO

- Já que mudei de profissão eu poderia mudar o nome também, né(risos). "Tigrão" foi um apelido que o Donizete Pantera passou para a imprensa quando eu jogava. Até carinhoso, mas agora é Felipe Conceição.

EQUILÍBRIO

- Acho que quando construímos um modelo de jogo levamos em consideração as características dos atletas e as ideias do treinador. Certamente algumas ideias daquela equipe estarão presentes na equipe principal. É respeitar o momento em que a equipe se encontra e buscar evoluir. Precisamos de equilíbrio, não só atacar sem pensar em defender. Buscarei esse equilíbrio com alta performance.

OLHAR DIFERENTE

- Prefiro olhar para o que estamos ganhando. Chegaram dois atletas agora e outros são aguardados. Temos atletas com maturidade suficiente para ajudar no desenvolvimento dos mais jovens. Espero muitas vitórias para esse ano. Futebol é resultado e também crescimento da equipe.

STAFF ALVINEGRO

- Uma equipe que pensa no clube em primeiro lugar. Isso é fundamental para todo funcionário do Botafogo que quer ver o clube crescer.

REFERÊNCIAS NA CARREIRA

- Foram muitos anos como atleta e alguns nesse período de formação. Não posso citar uma pessoa só, seria injusto. O líder te influencia como pessoa e depois como profissional. Tive bons treinadores aqui, na Europa. Nessa fase de estudo também pego referências diversas.

CONFIANTE NO GRUPO

- Não tenho posição carente. Os que chegam são para reforçar. Esse processo de crescimento não é de um dia para o outro. É um pedido meu para a torcida, que tenham paciência e que deêm tempo para que os atletas possam crescer. Todos são de grande potencial.

VALORIZAÇÃO DA COMISSÃO TÉCNICA

- É o processo do Botafogo de valorização dos profissionais que aqui se encontram, que fazem parte do processo de reconstrução do clube. A diretoria está de parabéns por isso. O Fabricio trabalhou comigo desde que virei treinador, conhece bem o meu trabalho. Trabalhou também na base do Botafogo, o que também é importante para ele. Foi um pedido meu. O Capella é outro profissional da casa que teve o trabalho valorizado. Valorização importante e que vamos passar isso para os atletas.

Confira a galeria de fotos da apresentação oficial de Felipe Conceição nas imagens de Vítor Silva/SSPress/BFR!

 


Assim como Felipe Conceição, o Vice-Presidente de Futebol Gustavo Noronha também foi apresentado e falou sobre seu modelo de trabalho.

- Acho que já conheço muitos desde o início de 2015, quando assumi como Diretor Jurídico. Já conhecem um pouco do meu estilo, de trabalhar muito das portas para dentro. Terão a liderança do Anderson Barros e do Felipe muito presente, minha função é muito mais de gestão. Hoje o Botafogo está em outro patamar. Chegamos em 2018 podendo almejar coisas grandes. Temos dificuldade, um ano financeiramente apertado não só para nós, mas para outros clubes também. O trabalho vem sendo feito de maneira muito profissional. O Botafogo precisa ser forte em todos os campeonatos que disputa e não será diferente esse ano. O elenco está sendo montado para dar alegrias ao Botafogo. O Anderson Barros será o grande comandante do nosso departamento e conseguirá gerir essa integração grande com a base. O Manoel Renha, nosso gestor da Base, tem sido muito ouvido, o que é importante para o nosso clube, valorizar os nossos ativos. Nosso treinador é o Felipe Conceição, um profissional que fez parte diretamente da formação desses jovens talentos - introduziu Noronha.

Na sequência foi a vez do Gerente de Futebol Anderson Barros, de volta ao Botafogo, atender os jornalistas. Conhecedor do funcionamento do clube, Barros agradeceu o reconhecimento e a nova oportunidade de poder ajudar no novo projeto da atual diretoria.

- Quero muito agradecer ao Botafogo e ao Presidente Nelson Muffarej, ao Vice-Presidente Carlos Eduardo Pereira, ao Vice-Presidente de Futebol Gustavo Noronha e toda diretoria que possibilitou meu retorno. Existe um reconhecimento por tudo que foi feito e isso me deixa muito feliz. Espero dar continuidade nesse processo de reposicionamento do Botafogo. Alcançar os resultados que a torcida do Botafogo merece. O que não vai faltar é trabalho. Faremos isso além do limite pelo tamanho desse clube. Quero agradecer ao clube do fundo do meu coração - disse Anderson Barros.

Confira as demais declarações do Gerente de Futebol Anderson Barros:

NOVO MOMENTO

- Acho que o Botafogo apresenta um crescimento muito grande, principalmente no futebol, nossa maior responsabilidade no momento. É nossa obrigação dar sequência a esse bom trabalho construído e para isso que estamos aqui. Todos estão entendendo esse momento do clube e vamos buscar coisas grandes.

MIRA PONTUAL

- Vamos buscar o máximo de performance dos nossos atletas. Valorizamos quem está chegando no clube. As duas contratações que chegaram representam esse novo processo, assim como as que chegarão no futuro. Características que atendam nossas atividades. O Processo do Botafogo nesse momento está muito inteligente.

Marcos Silva