notícia

Foco no objetivo

Jair Ventura projeta resultado positivo fora de casa para seguir na parte de cima da tabela
Atualizado em 17-10-2017, 16:45

Visando o duelo contra o Avaí pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo treinou, na manhã desta terça-feira, no Estádio Nilton Santos, antes de viajar para Florianópolis. Logo após a atividade, o técnico Jair Ventura concedeu entrevista coletiva.

O comandante alvinegro, que está suspenso e será representando pelo seu auxiliar Emílio Faro na beira do campo da Ressacada, falou sobre as dificuldades da partida e sobre a importância de um resultado positivo para o Alvinegro não desgarrar da parte de cima da tabela.

CONFIRA OS PRINCIPAIS TRECHOS DA ENTREVISTA:

CAMINHO CERTO

- Tivemos o controle do jogo mesmo jogando na casa do adversário, com maior posse de bola. Sabemos que estamos no caminho certo. Perdemos apenas um clássico no Campeonato Brasileiro e temos a segunda melhor campanha do returno. Claro que a derrota nos machuca, do contrário não deveríamos trabalhar com o futebol. Agora é buscar a vitória para não desgarrarmos do nosso objetivo.

REENCONTRO COM CLAUDINEI

- Fiquei feliz pela manutenção do Claudinei. Quando nos enfrentaram nós conversamos e com aquela vitória sobre nós acabou conseguindo a renovação do contrato. Fiquei feliz por ele, mas triste por ter nos vencido. Todas as grandes equipes oscilaram e quando isso acontece acaba sobrando para o treinador. Torço por ele, mas quando adversários eu defendo o meu pão em casa.

CAMISA 10

- Lembro quando começamos esse ano e a grande dúvida era como jogaria o Botafogo com Camilo e Montillo. Acabei ficando sem os dois. Claro que faz falta, mas temos que nos reinventar e arrumar soluções sempre. Todos que saíram fazem falta, mas aqui também temos bons jogadores e temos que continuar. Serão mais dez jogos e o Botafogo não pode parar. Iremos buscar nossos objetivos mesmo sem esses atletas muito importantes.

MARCOS VINICIUS

- O Marcos chegou com o um problema físico, mas tem muita qualidade e sabemos que precisa jogar. Pode ser ele esse cara para nos ajudar. Ainda oscila um pouco, mas podemos colocá-lo para ter algo diferente.

AUSÊNCIA DE CARLI

- É o capitão da equipe, um líder. Mas temos que passar confiança para todos. Nessa hora que temos que mostrar a força do elenco.

VONTADE DE VENCER

- Empatamos pouco. Perdemos ou ganhamos. Corremos riscos. Foi assim contra o Bahia, um jogo muito aberto que poderíamos ter sofrido o gol. Não vamos começar a fazer cera de cinco ou seis minutos para segurar empate. Gosto de jogar para buscar a vitória.

GOLS SOFRIDOS E MARCADOS

- Temos sofrido mais gols, mas também estamos marcando mais vezes. O saldo continua o mesmo e é o que vale.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

 

Asssessoria de Imprensa