notícia

Cabeça boa

Bruno Silva tira aprendizado da rodada anterior e mira três pontos contra a Chapecoense
Atualizado em 10-10-2017, 20:20

O Botafogo encerrou a preparação para a partida contra a Chapecoense, quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. Oportunidade para o Glorioso somar três pontos e ficar ainda mais vivo por uma vaga na Libertadores 2018. Um dos pilares da equipe, o volante Bruno Silva concedeu coletiva de imprensa e, entre outros assuntos, destacou o gosto dos jogadores pela Libertadores. Foco total para voltar ano que vem.

- É um campeonato que muitos jogaram pela primeira vez. E nós gostamos de jogar. Fizemos um pacto por essa vaga na Libertadores e queremos fazer história não só indo longe, mas brigando por título. Nesse ano chegamos bem perto e ficou aquele gostinho que poderíamos mais. Vamos seguir trabalhando por coisas boas no ano que vem - disse Bruno Silva.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Bruno Silva:

PELA RETOMADA

- O Campeonato Brasileiro é difícil, né. Ficamos chateados com o que aconteceu, mas o mérito é do Vitória. Ganharam de grandes equipes da mesma forma. O Jair já falou conosco e vamos buscar não repetir os mesmos erros. Foi um jogo atípico e não vamos nos pegar nisso. Ninguém fala mais desse jogo, até por não ter como voltar atrás. Agora o foco é na Chapecoense.

OS MESMOS TRÊS PONTOS

- Não podemos pensar no Vasco e esquecermos da Chapecoense, que também será um jogo difícil. Não podemos pular etapas. Caso alguém fique suspenso o restante do grupo conta com jogadores capacitados.

JOÃO PAULO E MARCOS VINICIUS

- São dois grandes jogadores. O João Paulo cadencia mais o jogo, é um cara de bom passe. O Marcos Vinicius é mais dinâmico e acelera o nosso contra-ataque. Quem jogar vai dar seu máximo e não vai querer deixar a desejar.

LEI DO EX?

- Acredito sim. Foi assim contra o Bahia e quem sabe não possa acontecer de novo contra a Chapecoense?

MOMENTO INESQUECÍVEL EM 100 JOGOS PELO FOGÃO

- O primeiro jogo da pré-libertadores, a classificação ano passado contra o Grêmio também no último jogo do Campeonato Brasileiro. Fico feliz pela meta alcançada.

O SONHO DA AMÉRICA CONTINUA

- Ficamos tristes pela forma que foi, mas sabemos o que somos e que temos condições para buscar a vaga direta na Libertadores. Somos um grupo muito fechado, independentemente do resultado. Temos que levantar a cabeça e continuar. Se não trabalharmos para buscarmos os nossos objetivos ninguém poderá fazer por nós.

FORÇA, ROGER!

- O Roger é um cara muito alegre e mesmo com essa notícia manteve o sorriso no rosto. Teve a cirurgia bem sucedida e agora vamos esperar. Passamos força para ele, assim como sua família. Logo voltará a fazer o que mais ama, que é jogar futebol.

SELEÇÃO BRASILEIRA

- Fiquei feliz por ser cogitado na seleção. Acredito que o grupo já está fechado, não vou ser hipócrita. Vou continuar aqui no Botafogo fazendo o meu trabalho e torcendo por eles. É um sonho de infância, mas estou feliz aqui.

SECAR OS HERMANOS

- Estava até brincando com o Carli que vamos secar a Argentina. Sempre na esportiva, mas vamos secá-los para ficarem fora do Mundial.

JEFFERSON

- O Jefferson está na lista. Não sei se terá condições, mas até lá falta muito tempo. Temos o Helton, que já foi titular e confiamos nele. Caso não dê para o Gatito chegar, estamos bem servidos de goleiros.

Marcos Silva