notícia

Apenas o começo

Mancini elogia time, mas freia empolgação com goleada e quer evolução
Atualizado em 11-05-2014, 00h10

Uma vitória incontestável por 6 a 0 poderia ser o suficiente para um time acreditar estar no auge. No Botafogo, não é o que acontece. Apesar da goleada sobre o Criciúma, neste sábado, no Maracanã, o técnico Vagner Mancini mantém os pés no chão e freia a empolgação.

O comandante alvinegro elogiou as atuações da equipe, de Daniel e de Emerson Sheik, mas lembrou que o Botafogo ainda pode fazer muito mais. Confira os principais trechos da entrevista coletiva:

VANTAGEM NO PLACAR

"Sair na frente era essencial, até então não tínhamos visto isso. O Botafogo saiu atrás contra São Paulo, Internacional e Bahia. Era fundamental para observar a reação da equipe. Hoje temos que exaltar a conduta deles, porque mesmo quando estava 1 a 0 era uma equipe concentrada em jogo, mandou na partida e fez grande atuação. Estamos satisfeitos em ver muita coisa que evoluiu e sabendo que tem outras a serem acertadas".

MUDANÇAS NO TIME

"Tenho tentado achar a formação ideal. Tenho que tentar fazer os setores terem harmonia, para isso tem que trocar, ora por cartão, ora por lesão ou suspensão. Foi basicamente o time que enfrentou o Bahia, mas com posicionamento diferente de certos atelta. Tento fazer a equipe render mais, ser mais ofensiva. Quando cheguei, achei que chegava pouco à frente, o que fazia ser muito atacada. Tinha que mudar o panorama ofensivo. O Daniel pelo lado direito jogou bem desde o primeiro tempo, criou jogadas. Estamos em busca da melhor formação. O resultado de hoje nos dá condição de respirar e tirar a pressão dos atletas, mas ainda não é o ideal, tem que melhorar mais".

JOGO PERFEITO

"Diante do tempo, do que temos passado aos atletas e do quadro que vi, hoje chgeou perto da perfeição. Todos sabemos que não será semore assim. Tem que trabalhar, quebrar pedra. No segundo tempo pedi para apertar mais a marcação, não dar espaços e não deixar o Criciúma incomodar. A equipe teve encaixe interessante, foi feliz nas finalizações. Ninguém faz uma apresentação dessas se não tiver alma. Temos visto o Botafogo cada dia melhor, espero que seja o começo".

ATUAÇÃO DE DANIEL

"Desde que cheguei, tenho observado nos treinos que o Daniel era o único de velocidade e agudo no elenco. Tive carinho especial, porque mesmo diante do Bahia, faltou um pouco profundidade. Você não consegue jogar futebol em 100 metros se não esticar bolas, não posso só depender do Emerson. Passei a dar atenção especial ao Daniel, vocês viram nos treinos, para usar o que ele tem de melhor, essa arrancada vindo de trás. Hoje fez os três gols. O torcedor vai enxergá-lo de maneira diferente".

POSTURA

"O Criciúma tinha que ver desde o primeiro minuto um adversário que queria vencer. Desde o primeiro minuto fomos o que mais atacou, mais chutou a gol, tanto que fez o placar elástico. Quando foca e grupo dá resposta, é sinal que todos estão entendendo o que está sendo passado. O Botafogo deu uma resposta para si próprio, porque todo mundo sabia que podia jogar mais e sair de uma situação incômoda. É muito importante que não pensem que estamos empolgados, tem muito pela frente, vamos com o máximo de atenção e dedicação para evoluir sempre".

RELAÇÃO COM A TORCIDA

"Disse antes da partida que seria muito importante o time dar a resposta que o torcedor quer ver. Não é a torcida que vai encher e fazer o time jogar, é o contrário. Certamente veremos mais gente nos próximos jogos. Vamos entrar em fase sem jogar no Rio, mas a imensa torcida do Botafogo vai acreditar. Voltamos a flertar com a torcida, mostrando que somos time que vibra e quer ganahr jogo".

EVOLUÇÃO

"Temos tentado passar para eles que a partir do momento que tiverem merecimento vão acontecer as coisas. Hoje foi suficiente porque deu tudo certo e porque todos correram uma barbaridade. Talvez tenha sido o jogo que mais corremos, é fruto de acreditarem no que está sendo passado. Apesar de ver evolução nos jogos, era difícil elogiar com resultado negativo. Ainda tem coisas que não dão segurança, tem que ter mais posse de bola, não oscilar em termos táticos. Tudo está sendo feito de estudo para corrigir, não é da noite para o dia, mas é com a disposição deles. Mesmo com desequilíbrios táticos, a vontade superou tudo e conseguimos essa vitória elástica".

EMERSON SHEIK

"A chegada do Emerson foi fundamental no grupo, proque é diferenciado não só dentro de campo. É inteligente, sabe o momento certo de se expressar e cobrar. Soube fazer que todos o respeitassem pela maneira que se dedica em campo. É um atacante, mas dá pique atrás dos adversários diversas vezes. Esse exemplo que é dado por ele faz que todo mundo note. Tem peso diferente por ser atleta calejado, rodado e campeão por onde vai. Quando a equipe precisava de confiança, surgiu o Emerson, fazendo gols. Devemos à sua colocação e categoria, atleta frio com capacidade grande de decidir".

CARLOS ALBERTO

"Eu ficaria muito feliz se ele já estivesse apto a entrar. Ainda não sei, depende de testes com o setor de fisiologia. Não vamos usar se não estiver em patamar favorável. Se sentir risco de se lesionar, vou segurar. É muito importante que entre em campo confiante".

Confira as melhores imagens de Vitor Silva / SS Press da goleada!




Danilo Santos