notícia

Grêmio 1 x 0 Botafogo

Em Porto Alegre, Botafogo batalha até o fim, mas perde para o Grêmio e deixa a Libertadores
Atualizado em 21-09-2017, 23:44

 

 

 


Decisão com emoção! Valendo uma vaga na semifinal da Conmebol Libertadores Bridgestone, Botafogo e Grêmio fizeram um grande jogo na noite desta quarta-feira (20/09), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Apesar da luta e da entrega até o último minuto, a equipe alvinegra acabou perdendo por 1 a 0 para o rival gaúcho e encerrou a sua participação na competição.

Agora o Glorioso volta o foco para o Campeonato Brasileiro para garantir um lugar na parte alta da tabela e voltar à competição internacional. Já no próximo domingo, o duelo será contra o Cortiba, no Estádio Couto Pereira.

O JOGO

Uma atmosfera diferente tomou conta da cidade de Porto Alegre nesta quarta-feira. O clima de decisão pairava no ar. Um clássico nacional. Um estádio lotado. Muita tradição. Muito mais do que um simples jogo. Em campo, as equipes de Grêmio e Botafogo determinadas a conquistar um único objetivo: a tão sonhada vaga para a semifinal da Conmebol Libertadores Bridgestone. Um verdadeiro jogaço!

A bola rolou e toda expectativa se justificou. O duelo começou pra lá de animado, com as duas equipes criando ótimas oportunidades desde o começo. O Grêmio, jogando em casa, foi o primeiro a assustar, aos 4 minutos, com um chute perigoso de Cortêz de longe, que passou perto do gol de Gatito. Sem sentir, o Fogão respondeu logo aos 9. victor Luis cobrou escanteio, Bruno Silva tentou de calcanhar, a zaga gremista cortou no susto e Lindoso no rebote quase marcou.

Em busca de um gol cedo, o tricolor gaúcho teve sua melhor chance da primeira etapa com Fernandinho aos 20, que acertou o travessão. O Glorioso, por sua vez, não deixou barato e um pouco depois deu a resposta à altura com Rodrigo Pimpão roubando a bola de Kannemann e parando em Grohe. E na sequência com uma pancada de Bruno Silva acertando o pé da trave tricolor.

Depois disso, o Fogão cresceu no jogo e aumentou o volume de jogo até o fim da primeira etepa. Victor Luis, em cobrança de falta aos 33, acertou uma bomba e colocou Marcelo Grohe para salvar o Grêmio. João Paulo e Matheus Fernandes arriscaram de longe mas também sem sucesso. 

No segundo tempo, o duelo continuou bastante movimentado. Gatito foi no ângulo para salvar uma cabeçada perigosa de Michel logo no primeiro minuto. Aos 6, Bruno Silva por pouco não marcou após escanteio cobrado por João Paulo. Na bola parada, um golpe para o Alvinegro. Aos 18, Lucas Barrios abriu o placar para a equipe gaúcha. Grêmio 1 x 0 BOTAFOGO.

Para voltar ao jogo e conquistar a vaga, o Glorioso precisava apenas de um gol. Jair sacou Pimpão e Matheus para colocar mais velocidade no setor ofensivo com Guilherme e Valência. Em vantagem, a equipe gremista não queria mais jogo e começou a fazer cera parando o duelo. 

O Botafogo tentou, lutou e se entregou até o último minuto, mas não deu. O Grêmio segurou o resultado até o fim. Apito final. Com pesar e muita dor no coração, o Alvinegro dá adeus a Copa Libertadores. 

Botafogo: Gatito; Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Rodrigo Lindoso (Brenner), Matheus Fernandes (Valência), Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger. Técnico: Jair Ventura.

Fabio de Paula