notícia

Otimismo

Jair comemora vitória e pede espírito de Libertadores por vaga na semifinal
Atualizado em 16-09-2017, 22h40

Uma atuação com a cara do Botafogo, que encheu o treinador de orgulho. Jair Ventura classificou a exibição na vitória por 2 a 0 sobre o Santos como fantástica, neste sábado, no Estádio Nilton Santos, e já entrou no assunto Grêmio. Afinal, quarta-feira, os times decidem uma vaga para a semifinal da Conmebol Libertadores Bridgestone.

Confira os principais trechos da entrevista de Jair:

ESCALAÇÃO

- O Brasileiro é equilibrado. A gente sempre fala, mas é verdade. A ideia era dar ritmo para alguns atletas, como João Paulo, que sentiu um pouco contra o Grêmio.E  Lindoso, voltando de lesão. E também preservar jogadores que tinham risco de lesão. O importante é que estamos pegando a parte de cima da tabela. Já jogamos com equipe alternativa também, quando perde é o Botafogo.

JOGO NO SUL

- Equilíbrio. Vamos para o segundo tempo do jogo. A torcida do Grêmio vai lotar, a equipe deles é forte, a gente sabe, vice do Brasileiro no momento. Tem dois jogadores de Seleção, Arthur e Luan. Mas estamos otimistas, entendemos o espírito da Libertadores. Começamos antes, perdemos na parte física, mas estamos mais maduros. Penso muito no gol qualificado. O Grêmio tem que jogar, precisa do gol também, e todo mundo sabe a força do Botafogo. Hoje perdemos vários gols, poderia ser um placar elástico, mas a equipe foi fantástica.

POSTURA

- Tem que ter momento de marcar pressão, outro de marcar baixo. Não podemos ir e jogar por uma bola. Ouvi muita gente dizendo que contra o Flamengo a gente queria empatar o jogo por causa do Gatito. Isso não existe. Vamos jogar para vencer lá, dentro da nossa estratégia. O Renato terminou o jogo aqui com três zagueiros. Não conseguimos vencer o Grêmio, mas estamos vivos.

MAIS UMA DECISÃO

- Estou desde janeiro assim, não é algo que apareceu no meio do ano, no fim do ano, mais uma decisão. Estamos acostumados. Colo-Colo, Olimpia, fase de grupos, agora com o Nacional. Cada grande jogo você ganha uma experiência fantástica. Uma coisa que mostra que estamos focados é o nosso rendimento hoje. Bati nessa tecla, importância do hoje, viver o hoje.

GOLS PERDIDOS

- Nós tivemos muitas chances hoje. Perdemos no 4 contra 2, 3 contra 1, não fizemos. Lá teremos que ser cirúrgicos, um gol abre dois de vantagem praticamente. No jogo pode acontecer tudo, o Grêmio sabe nossa força na transição, nós sabemos do jogo apoiado deles. Estamos confiantes, vai ser um grande jogo.

GUILHERME

- Guilherme é meu atleta com maior número de jogos. Teve uma chance muito parecida na semifinal contra o Flamengo, hoje entrou. Futebol é assim. Ele está sempre nos ajudando, é um menino com potencial enorme. Foi uma indicação minha, gostei muito. Liguei para pessoas, tive boas referências. Fico feliz dele estar ajudando. Por vezes titular, por vezes sendo o 12º jogador. Ele entendeu isso, é o espírito de equipe. Emerson Silva fez uma grande partida, o Luis (Ricardo), tão criticado contra o Flamengo, hoje foi bem. Esse é o equilíbrio que a gente precisa na vida. O bom que no futebol a gente sempre pode dar uma nova chance no próximo jogo.

Assessoria de Imprensa