notícia

Com o aval do professor

Reforço para o meio campo, Carlos Alberto é elogiado por Vagner Mancini
Atualizado em 02-05-2014, 22:05

O Glorioso confirmou o retorno do meia Carlos Alberto, de 29 anos, ao clube. O atleta retorna ao Alvinegro seis anos após sua primeira passagem, em 2008. No Botafogo, Carlos Alberto voltará a trabalhar com o treinador Vagner Mancini que, inclusive, elogiou a chegada do reforço e classificou Carlos Alberto como "acima da média".

“O nome foi sugerido pela diretoria, que me chamou há alguns dias e eu aprovei a contratação. Trabalhei com ele no Vasco e sei do seu potencial. Ele é acima da média e não só dentro de campo. Tem jogado pouco em relação ao que pode fazer. Já batemos um papo e avaliamos que pode ser útil ao Botafogo", falou o treinador alvinegro.

Ter trabalhado com o treinador será um facilitador para a adaptação de Carlos Alberto no elenco e, segundo o próprio Mancini, o meia será importante devido as suas características em falta no futebol brasileiro.

“Ele pode ser usado como segundo atacante ou como meia que joga atrás dos atacantes. Tem muita força física e arrancada interessante, além de ser uma posição que temos certa carência no futebol brasileiro. Talvez se encaixe bem em uma dessas funções”, completou o treinador do Botafogo.

Carlos Alberto atuou no Botafogo em 2008, marcou dez gols em 28 jogos e foi um dos destaques da campanha na Copa Sul-Americana, sendo o artilheiro da equipe na competição. Em 2014, Carlos Alberto volta ao time para reencontrar seu melhor futebol e ajudar o Botafogo na disputa do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

Reforço pontual, o meia recebeu o apoio do treinador, que enfatizou a necessidade de que o atleta esteja empenhado para ajudar seus novos companheiros.

“Queremos fortalecer a equipe. Foram colocados os nossos conceitos de trabalhos e ele gostou. Ele tem potencial para chegar e jogar em qualquer clube do Brasil. Deve estar integrado e pensar como todos aqui pensam. É articulado e esclarecido. É uma compra em uma posição que temos carência. Técnica e taticamente vai nos ajuda bastante”, finalizou Vagner Mancini

Marcos Silva