notícia

Agora é Copa do Brasil

Gatito Fernández fala em concentração total no jogo de ida contra o Galo
Atualizado em 27-06-2017, 21:06

Chegou a hora de entrar em campo pelas quartas de final da Copa do Brasil e o desafio de ida será em Belo Horizonte, contra o Atlético Mineiro, nesta quinta-feira, às 19h30, no Estádio Independência. Com a palavra, o goleiro Gatito Fernández falou sobre a importante semana para o Glorioso.

- Não vai definir nada agora, mas é uma semana muito importante para o clube e não só para o nosso grupo. É uma semana de jogos decisivos e queremos brigar na parte de cima da tabela no Campeonato Brasileiro também. O Atlético é um grande time e sabemos que o Corinthians ainda não perdeu nesse campeonato brasileiro, mas também sabemos da capacidade do nosso grupo - disse Gatito.

Com tão pouco tempo para treinamentos diante da rotina de jogos, Fernández falou de como faz sua preparação para as partidas, principalmente na recuperação pós-jogo.

- No dia seguinte dos jogos eu gosto de treinar só um pouco para me poupar. O goleiro não é muito exigido, mas na parte mental sim. Procuro fazer os tratamentos que temos à disposição aqui no clube para estar 100% para o próximo jogo. É um desgaste mais psicológico do que físico para o goleiro - falou.

Com o segundo jogo das quartas de final marcado apenas para o dia 26 de julho, Gatito comentou sobre o intervalo de um mês entre as duas partidas. 

- Não sei se é pior ou melhor, mas acho que deveria ser mais próximo. Esperar tanto tempo para uma definição de mata-mata é ruim, chato ficar esperando tanto tempo - comentou.

Um dos pilares da equipe, Gatito se diz tranquilo para ajudar o Botafogo e falou sobre o dia a dia com o Jefferson. Com uma disputa sadia, o goleiro da seleção paraguaia também espera que Jefferson reconquiste espaço na seleção brasileira.

- Minha relação com ele é muito boa. É uma pessoa que ajuda e que me fala sobre o jogo e coisas do campo. Realmente me passa experiência e apoio, o que é mais importante. É um cara muito humilde não só comigo, mas com os outros goleiros. Estou na seleção paraguaia agora e ele pode estar novamente na seleção brasileira. E essa possibilidade para o clube é muito boa - frisou o arqueiro.

Para finalizar, o goleiro paraguaio destacou os pontos fortes do Atlético Mineiro e falou em atenção total com a equipe mineira, principalmente do meio para frente. 

- É um time muito experiente e com jogadores de nome, com boa trajetória. Vão jogar no estádio em que a torcida apoia bastante. Temos que estar atentos aos detalhes, principalmente com os jogadores do meio para frente - encerrou. 

Marcos Silva