notícia

Botafogo 0 x 2 Avaí

Fogão perde diversas chances e é derrotado no Estádio Nilton Santos
Atualizado em 26-06-2017, 21h53

 

 

Uma noite que definitivamente não foi do Botafogo. Não adiantou ter a posse de bola e finalizar inúmeras vezes. O Avaí foi mais eficiente ao fazer 2 gols com Joel no início e venceu por 2 a 0, nesta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos.

O próximo jogo do Botafogo no Campeonato Brasileiro é contra o Corinthians, domingo, às 16h, em São Paulo. Antes, o time enfrenta o Atlético-MG, quinta, às 19h30, no Independência, pela Copa do Brasil.

O JOGO

É difícil encontrar outro jogo no qual o Botafogo tenha tido uma posse de bola tão grande e tantas chances de finalização. Time que se destaca pela eficiência e regularidade, desta vez o Botafogo provou do próprio veneno ao levar dois gols do Avaí antes dos 16 minutos, o que foi crucial na partida.

Jair Ventura promoveu os retornos de Camilo e Montillo ao meio-de-campo. Mas antes mesmo de saber se a dupla daria certo, Joel teve uma sobra na área e abriu o placar com o pé direito, aos 5.

No mesmo momento do gol, Montillo sentia um problema muscular e pedia substituição, dando vez a Guilherme. Porém, antes de conseguir pressionar, o Avaí ampliou. Após boa troca de passes, de novo Joel mandou para a rede para fazer 2 a 0, aos 16.

Aí virou jogo de ataque contra defesa, uma pressão incrível com a bola teimando em não entrar. Aos 17, Pimpão cruzou da direita e Camilo cabeceou por cima. Aos 21, Arnaldo soltou uma bomba e Douglas fez uma grande defesa. Aos 24, vez de Roger cabecear sobre o alvo.

Ainda teve Capa quase fazendo gol contra, Marcelo cabeceando duas para fora, Rabello na pequena área jogando por cima. A bola rondava a área, mas não entrava. No último minuto do primeiro tempo, Guilherme lançou em profundidade, Pimpão chegou em velocidade, mas o goleiro abafou.

Na etapa final, o mesmo panorama. Pressão total do Botafogo, que tentou de todas as maneiras. Por baixo, por cima, falta, tabelando, dribles, chutes de longe. Nada funcionava. Aos 6, Bruno Silva entrou pela esquerda e bateu, o goleiro espalmou. Camilo de falta também parou em Douglas.

A melhor oportunidade veio dos pés de Rodrigo Lindoso, que tabelou com Camilo, invadiu a área, tocou por cima do goleiro e a bola passou rente à trave, aos 18. Em outro lance, o volante finalizou de fora da área e Douglas espalmou.

O Avaí até era perigoso em alguns contra-ataques, como um em que Júnior Dutra mandou no travessão. Mas se preocupava em se defender e tirar como podia. No fim, um lance resumiu o jogo: o goleiro pegou a primeira, Pachu mandou para o gol, a zaga cortou em cima da linha, Pimpão arriscou bela bicicleta e Douglas salvou de novo. Não tinha jeito, não era noite do Botafogo.

GALERIA DE FOTOS (Vitor Silva e Satiro Sodré / SS Press / Botafogo)

 

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Igor Rabello  (Pachu), Marcelo e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Camilo (Leandrinho) e Montillo (Guilherme); Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos