notícia

Santos 1 x 0 Botafogo

Com gol no último minuto, Fogão perde jogo no Pacaembu
Atualizado em 08-06-2017, 22h55

 

 

Um castigo que o Botafogo não merecia. Após ter atuado melhor e criado boas chances, o Glorioso foi derrotado por 1 a 0 pelo Santos, nesta quarta-feira, no Pacaembu, com gol de falta de Victor Ferraz no último minuto. O Fogão segue com 7 pontos no Campeonato Brasileiro.

O próximo adversário é o Coritiba, domingo, no Estádio Nilton Santos.

O JOGO

Com diversos desfalques, o Botafogo não foi ao Pacaembu apenas para se defender. Pelo contrário, foi para jogar e buscar a vitória, criando as chances mais claras. Ainda que o início tenha sido do Santos, o Glorioso foi melhor no primeiro tempo.

O primeiro lance de perigo foi santista. Thiago Maia recebeu na área e soltou uma bomba, para ótima defesa de Helton Leite, aos 3 minutos. Arthur Gomes foi outro a tentar e parar no goleiro alvinegro.

Quando foi ao ataque, o Botafogo chegou muito perto de marcar. Rodrigo Pimpão roubou bola no meio e avançou sozinho. De frente para o goleiro, ele optou pelo passe para Roger, mas a zaga chegou antes e evitou o gol, aos 14. Na sequência do lance, Pimpão cruzou e Matheus Fernandes finalizou rente à trave.

Outra boa oportunidade para o Glorioso veio em cobrança de falta. Aos 28, João Paulo cobrou na direção do ângulo, porém Vanderlei se esticou e espalmou.

No segundo tempo, foi o Botafogo que começou melhor. Com a posse de bola, jogando no campo ofensivo e controlando a partida. Aos 6, Rabello cabeceou por cima após escanteio. Aos 8, Arnaldo cruzou rasteiro fechado, com perigo, Roger quase chegou. Aos 15, Gilson colocou na área e Fernandes cabeceou para fora.

O Santos também tinha suas armas para ameaçar. Por cima, David Braz levou perigo algumas vezes. Pelo chão, Kayke invadiu a área pela esquerda e finalizou para fora.

Jair Venntura promoveu o retorno de Montillo, que entrou com gás e movimentação. Porém, no último minuto, o árbitro Jailson Macedo Freitas marcou mal uma falta na lateral e, na sequência, outra duvidosa na entrada da área. Victor Ferraz fez o gol decisivo aos 50 minutos do segundo tempo.

BOTAFOGO: Helton Leite, Arnaldo, Carli, Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Matheus Fernandes, João Paulo e Fernandes (Montillo); Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura.

Danilo Santos