notícia

Marca expressiva

Botafogo alcança 30 mil sócios e Gatito Fernández destaca união entre time e torcida
Atualizado em 10-04-2017, 19:04

Uma ascensão de calar críticos na temporada passada e um início de ano com o Estádio Nilton Santos preto e branco, resultados no Estadual e na Copa Libertadores da América, principal objetivo do Alvinegro na temporada. Motivos que fizeram o torcedor botafoguense vestir ainda mais a camisa, se associar e bater a expressiva marca de 30 mil sócios.

Em entrevista coletiva, o goleiro Gatito Fernández falou sobre a crescente e, principalmente, do apoio vindo da arquibancada.

- Acho que isso é muito importante. Nossos torcedores já mostraram a força que eles tem dentro de casa. Um time grande como o Botafogo precisa mesmo de ter esse número de torcedores. Já tenho minha carteirinha de sócio também. Ter um estádio como o nosso é muito bonito mesmo, me sinto muito feliz por vir treinar aqui. Todos estão de parabéns e que essa marca siga crescendo - parabenizou.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Gatito Fernández:

ATLÉTICO NACIONAL

- A dificuldade será grande. É um time muito forte, o melhor do ranking no momento. Enfrentamos grandes times e campeões da Libertadores também. Temos que entrar pensando em emtrar com os três pontos também.

JOGO DE LIBERTADORES

- Nós encaramos todos os jogos como uma final, tanto em casa quanto fora. Claro que com uma vitória você pode fazer uma cera, ou algo do tipo. Se ficar esperando é mais difícil.

EM EVOLUÇÃO

- Estou num momento que tento melhorar a cada dia. Isso é normal. Estou numa cidade e clube diferente. Aos poucos estou me soltando e conseguindo levantar o meu nível. Aos poucos vou melhorar.

TEMOS BAGAGEM

- Esses dois jogos na pré-Libertadores renderam bastante experiência. Ainda mais difíceis, contra duas equipes importantes. Agora contra o Atlético Nacional temos que tratar de buscar o jogo. Se ficarmos esperando lá atrás vamos sofrer bastante. É melhor propor o jogo. Mais interessante para nós.

A CONTA É SEMPRE VENCER

- Realmente não passou nada de conta, mas a nossa ideia é ir buscar o maior número de pontos possíveis para nos classificarmos. Temos grandes chances, o grupo já jogou bastante nesse ano e quem entrar estará pronto para ajudar.

CONHECE BEM O ATANASIO GIRARDOT

- Se a maioria não jogou lá eu sei que é um estádio difícil, com muitos torcedores e que pressionam. Mas é um gramado muito bom, o melhor da Colômbia e ajuda os dois times a jogar.

ESQUEMA COM TRÊS VOLANTES

- Acho que com três volantes temos mais segurança para a nossa defesa. E também para dar mais liberdade para quem joga a frente.

QUEM VIAJA?

- Até agora não tivemos uma conversa em relação a isso. Sei que amanhã teremos que estar aqui às 05h30 da manhã, muito cedo. Quem tiver a oportunidade de voltar para jogar a final da Taça Rio vai representar bem também.

MONTILLO E AIRTON

- Sabemos que os dois são muito importantes para nós, não podemos mentir, mas nosso elenco é muito bom. Se sair entra outro que pode ajudar. Todo mundo já jogou pelo Carioca e falta de ritmo não vai faltar. O que podemos perder com o Montillo é a questão da língua, fala espanhol e fica sempre perto do juiz. Não é legal perder companheiros por lesão, mas temos outros para atuar bem.

FINAL DA TAÇA RIO NO NILTON SANTOS

- Vai ser muito bom jogar em casa. O mando será do Vasco, mas mesmo assim estaremos em casa. Espero que a nossa torcida possa comparecer com toda a força deles.

Marcos Silva