notícia

Quero é jogo

Sem descanso, Bruno Silva se coloca à disposição para atuar por Carioca e Libertadores
Atualizado em 04-04-2017, 18:04

Se tem um cara no Botafogo que não gosta de ficar de fora de nenhum jogo, esse se chama Bruno Silva. O volante já atuou em 12 jogos em 2017, marcou dois gols e quer ainda mais. Questionado sobre a possibilidade de ser preservado na semifinal da Taça Rio, contra o Fluminense, para ir mais descansado encarar os colombianos do Atlético Nacional, o jogador deixou claro que quer jogar tudo e se colocou à disposição de Jair Ventura.

- Acho que o momento é de jogar. Particularmente quero isso. Tivemos uma derrota contra o Fluminense e ela ainda não desceu. Temos um jogo pela Libertadores logo na sequência, mas estou à disposição para jogar. Depende do Jair, mas a minha intenção é jogar - disse o volante.

Com muitas críticas ao Campeonato Carioca por conta de seu regulamento, Bruno Silva assumiu que a fórmula não foi muito clara, o que não diminui o interesse pela vitória. Em jogo, o prêmio de um milhão de reais e a oportunidade para vencer o primeiro clássico no ano.

- Vale por se tratar de um clássico. Estou começando a entender o campeonato agora que ele está acabando. Mas a nossa vontade é de estar em campo para vencer. Temos um monte de torcedores apaixonados e a importância para nós é grande. Lógico que ninguém gosta de perder um clássico, mas isso não nos incomoda. Não ficamos devendo nada para ninguém. A vontade é de vencer o primeiro e teremos a oportunidade no domingo. Espero poder jogar e ajudar para conquistarmos essa primeira vitória - disse.

Confira os principais trechos da entrevista coletiva de Bruno Silva:

VOLTAR AO BRASIL PARA JOGAR NO ESTADUAL

- Ainda não temos a definição, mas eu quero jogar. Se o Jair precisar de mim eu volto com maior prazer. Estamos vivendo um bom momento, todos querem jogar. É uma decisão do Jair e vai saber o que é melhor para o Botafogo.

A VANTAGEM É DO BOTAFOGO

- Temos uma vantagem, mas não vamos deitar nela. O adversário tem que entrar e ver que vamos para buscar a vitória. É cobrar do Sassá, do Roger, para fazer os gols lá na frente.

PARCERIA COM SASSÁ

- É um cara do bem. Brincamos, mas é um cara com a cabeça no lugar e que quer ajudar o Botafogo. Essa parceria está dando certo, né. Fiz dois gols, ele também. Que essa parceria possa durar por muito tempo.

VOAR NA MESMA ROTA QUE A CHAPE PARA A COLÔMBIA

- Estou pensando nisso. Claro que não imaginamos que vá acontecer alguma coisa, mas eu tinha amigos como o Cleber Santana e o Thiego. Passa um filme na cabeça, mas foi uma fatalidade. Perdi grandes amigos e sempre que vou falar disso fico bastante triste. Eram amigos de verdade.

JAIR VENTURA

- É um cara que faz falta na beira do campo. Durante os jogos sempre me chama para orientar. Que no julgamento fique claro o que fez e que seja absolvido para nos ajudar.

Botafogo e Fluminense farão uma das semifinais da Taça Rio, no domingo. Já no Carioca, o adversário do Fogão será o Flamengo. Pela Libertadores o adversário será o Atlético Nacional, dia 13, na Colômbia.

Marcos Silva