notícia

Oportunidade enriquecedora

Em amistoso no Nilton Santos, Sub-20 alvinegro recebe o Consadole Sapporo, do Japão
Atualizado em 27-03-2017, 23:03

Após a goleada por 6 a 1 sobre o Bangu, no último domingo (26/03), em partida válida pela Taça Guanabara. A tarde de segunda para parte do elenco Sub-20 do Botafogo foi de trocar informações e viver experiências diferentes no Estádio Nilton Santos.

Como parte do processo de formação dos atletas, no qual o Glorioso se preocupa em sua totalidade, estão a experiência de conhecer e enfrentar escolas de futebol diferentes da brasileira. Para isso, o Alvinegro recebeu a delegação japonesa do Consadole Sapporo Sub-20 (equipe da 1ª divisão do Japão) para um amistoso.

Sem título
Equipes Sub-20 de Botafogo e Consadole Sapporo se enfrentaram em amistoso no Nilton Santos

O duelo não contou com a presença do time titular alvinegro que atuou pelo carioca no domingo e terminou com o placar de 4 a 3 para a equipe de General Severiano. Ezequiel, Luan, Bruno Ribeiro e William foram os autores dos gols do Fogão. Para o treinador Eduardo Barroca, mais valioso que o próprio resultado, partidas internacionais desse nível são importantes para o aprendizado e para a formação dos jovens.    

- É sempre muito importante ter a oportunidade de jogar contra uma outra escola. Dessa vez, no caso, jogamos contra uma escola de futebol japonesa. Uma equipe bastante organizada taticamente, com duas linhas de quatro bem compactas. Então, foi importante porque os nossos atletas passam a ter que dar soluções diferentes para o problemas diferentes no jogo. Acredito que isso forma o jogador de uma maneira mais completa, é uma oportunidade rica para eles. - contou.

Além da rotina de intercâmbios, o Botafogo também trabalha no quintal de casa. Para dar rodagem, experiência e ritmo de jogo, os atletas mais jovens da categoria, que acabaram de ser promovidos do Sub-17, estão disputando amistosos contra as equipes profissionais do Rio de janeiro. 

- A gente também tem mantido uma rotina grande de jogos contra equipes profissionais para o pessoal mais novo que subiu do juvenil e ainda não está tendo espaço nesse primeiro momento na categoria Sub-20. Fizemos amistosos contra o Volta Redonda, Nova Iguaçu, Portuguesa, Olaria e Madureira. Foram diversos jogos para os meninos colocarem em prática o que estão treinando e para que quando precisemos durante as competições eles estejam com essa vivência e com um bom ritmo de jogo. - explicou Barroca.

Sem título
Diretor da base alvinegra Manoel Renha e Eduardo Barroca receberam os representantes do time japonês.

O Sub-20 alvinegro volta a campo pela Taça Guanabara da categoria para enfrentar a Portuguesa, na próxima quarta-feira (29/03), às 10h, no CT Artsul.

Fabio de Paula