notícia

Compromisso com a vitória

Marcinho reforça dever da vitória contra o Bangu para recuperar a equipe no Estadual
Atualizado em 25-03-2017, 12:40

O Campeonato Carioca é a bola da vez para o Botafogo, que buscará a recuperação na competição na partida contra o Bangu, domingo, em Moça Bonita. O Glorioso precisa vencer para seguir com chances de classificação e não medirá esforços para sair da zona oeste da cidade com os três pontos. Em entrevista coletiva o jovem Marcinho reforçou a confiança da equipe.

- O Botafogo sempre entra para vencer e a gente já está acostumado com isso, seja contra o Bangu, Fluminense, ou qualquer outro time. O time está confiante, bem, e o que aconteceu no jogo passado foi atípico. Amanhã será diferente, o grupo está preparado e vamos para o jogo para ganhar - disse. 

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Marcinho após o treino deste sábado:

TUDO PODE ACONTECER 

- Incomoda sim, queremos sempre estar na parte de cima. Mas a nossa prioridade é mesmo a Libertadores. No Carioca ainda faltam alguns jogos e não tem nada perdido. Ainda podemos estar dentro com as vitórias e o tropeço de alguns times. 

CLIMA DIFERENTE

- A gente não pode vir aqui para falar balela. Não é igual a Libertadores. O ambiente é diferente, as motivações também. Sempre entramos para vencer, mas tem hora que as coisas não acontecem. Na Libertadores está dando tudo certo, no Carioca nem tanto. As coisas mudam a todo tempo. 

NA MESMA BATIDA

- Espero uma postura de vitória, ir para cima. Não vamos mudar nada, é manter o trabalho. 

REENCONTRO COM LOCO ABREU

- Ele é um cara muito respeitado, um grande ídolo para torcida. Acho que vai ser muito legal para ele e para nós. 

CONSTANTE APRENDIZADO

- Em material humano nós estamos completos. Sempre podemos dar mais, estar em evolução. Esperam sempre mais de nós. 

AGORA É OLHAR PARA O ESTADUAL

- Os jogos mais importantes para nós agora são esses do Carioca. O Atlético Nacional está um pouco longe. Essas vitórias de agora são importantes para nos motivar.  

Marcos Silva